in

Morre menino que perdeu parte do crânio ao tentar salvar a mãe de abuso

Fonte: Entre mães e filhos
Publicidade

Faleceu na última terça-feira (4), na Rússia, um garoto de 16 anos que teve parte do crânio atingido enquanto estava tentando salvar a genitora de uma tentativa de abuso. O crime aconteceu em maio do ano passado, e o menino, chamado de Vanya Kaprivin, ficou 9 meses em coma.

De acordo com informação da emissora britânica Sky News, o jovem chegava da escola quando viu a mãe, Natalia, ensanguentada, com o vizinho tentando forçar um ato íntimo. Vanya ainda tentou atacar o agressor com um haltere com peso de 3 kg. 

Só que o agressor conseguiu segurar peso e atingiu o adolescente na cabeça. A mãe do rapaz também sofreu sequelas pois foi esfaqueada 27 vezes. O caso repercutiu no mundo inteiro, pois o jovem sofreu o atentado quando tentava proteger a mãe de algo grave que estava prestes a acontecer. 

Publicidade

Ainda no hospital, os profissionais tiveram de extrair parte do crânio do adolescente. Ele passou a recuperar parte da consciência depois de um ano em que o ataque aconteceu, e, no período de junho, foi capaz de reconhecer a enfermeira que o atendia e trazia alimentação. 

Publicidade
Publicidade

Apesar de ter melhorado, Vanya não foi capaz de resistir a uma gripe e faleceu após 19 meses depois da fatalidade. Pessoas ainda tentaram conseguir um fundo para pagar a viagem do menino até Madri, na Espanha, local em que ele passaria por uma fase nova de recuperação. 

O caso trouxe grande repercussão na Rússia levando em consideração que a mãe de Vanya foi visitar o garoto apenas duas vezes desde que a tragédia ocorreu. Ela ainda se justificou, tendo afirmado que estava se sentindo culpada pelo filho ter sofrido grande sequelas. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Andressa Cavalcante

Escrito por Andressa Cavalcante

Bacharel em direito, também possui formação no curso de Análise e desenvolvimento de sistemas, há 3 anos que trabalha como colunista em sites. Trabalha como Gerente de Mídia Social na página Garota Conservadora assim como em Loucos por Armas ambos do Facebook, no Instagram administra os perfis @versosdadireita e @blogconservadora