in

Atriz global relata grave doença e choca com revelações

Globo

Nesta última terça-feira (04), a atriz Renata Dominguez foi uma das convidadas do programa Papo de Almoço, da rádio Globo. Durante sua participação, a global fez algumas revelações sobre o passado.

Renata revelou que conviveu por dez anos com a síndrome do pânico. Em função da doença, ela relatou que ficou sem dirigir por sete anos. Além disso, ela também não conseguia dormir sozinha, andar de avião, e outras coisas mais que a limitavam por conta da doença.

A atriz contou que na época estava gravando uma novela em São Paulo e levava sua avó com ela porque não conseguia ficar sem alguém ao seu lado. Também revelou que não contou para ninguém sobre a doença, porque é muito complicado assimilar o que está acontecendo com você. 

Tinha aquela sensação de morte, taquicardia, mal-estar, tinha certeza que eu estava morrendo, aí eu ia ao hospital, fazia exames e não dava nada. Falei, ou eu estou com encosto, se é que existe, ou estou maluca. Os remédios paralisam seu emocional. Como a personagem que fazia era psicopata, eu fiquei meio apática. Tive que amadurecer 10 anos em um, foi muito difícil, saí outra pessoa”. 


Renata contou que a síndrome tem seu pior lado, porque faz as pessoas desistirem de tudo. Mas ela revelou que a sensação de liberdade quando conseguiu se livrar da doença foi maravilhosa, pois pode voltar a fazer tudo que não fazia antes.

A atriz ainda desabafou sobre o início do tratamento dizendo: “O começo da minha cura, era quando começava o mal-estar eu dizia, ‘pode vir, eu sei que você vai passar’. Essa forma de enfrentar, foi o começo da mina cura, mas eu tive tratamento”.

Leia Também

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

Em reformulação, Flamengo toma decisão sobre jogadores emprestados para 2019

2 reforços! Keno e parceiro de equipe no Egito estão próximos do Palmeiras