in

Rapaz choca ao revelar que o pai o obrigava a se relacionar com madrasta para não ser gay

ACGNews

Um homem britânico revelou ter forçado seu filho, de apenas 11 anos, a manter relações íntimas com sua madrasta em uma tentativa desastrosa de evitar que o garoto virasse homossexual.

A vítima, que hoje tem 36 anos, decidiu vir a público revelar sua história e buscar justiça muitos anos depois de sua família, na década de 90, ter cometido o ato quando moravam na cidade de Bracknell, na Inglaterra. 

O pai da vítima Richard Dowling, hoje com 62 anos, foi condenado a cinco anos de prisão por ser o mandante dos abusos. A madrasta foi quem se deu pior com a situação. Por ter efetuado o abuso ela foi condenada a 8 anos de reclusão. O progenitor do rapaz disse que a intenção era não deixá-lo virar homossexual. 

Inclusive o pai da vítima chegou a alegar isso no tribunal, na tentativa de fazer o juiz entender o motivo de seus atos. Em entrevista ao tabloide Sunday Mirror, Daniel disse: “Eles roubaram minha inocência e arruinaram com a minha infância. Era o dever do meu pai me proteger”. Mesmo depois de tantos anos do acontecido, a vítima resolveu procurar ajuda, após perceber que poderia ajudar e inspirar outras pessoas com sua história. 

Daniel contou que a primeira vez que o abuso aconteceu, foi durante um jogo, em que o próprio pai propôs que quem perdesse tiraria uma peça de roupa. Logo a madrasta ficou sem nada, e o pai ordenou que o menino a beijasse nos mamilos. Daí para frente a situação começou a degringolar e o garoto passou a sofrer abuso constantemente. 

A princípio foi com o consentimento do pai, porém depois passou a ser coagido constantemente mesmo quando estava sozinho com a madrasta.  

Leia Também

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

Thammy Miranda e Andressa serão papais; confira o nome!

Ratinho manda recado para Bolsonaro e surpreende com o que diz ao vivo