in

‘Loura fatal’, mulher que matou amante vence concurso de miss em cadeia do RJ; veja fotos

Divulgação: Seap

Loira, bonita e jovem, Verônica Verone de Paiva está presa há sete anos depois que confessou ter matado o amante em um motel do Rio de Janeiro. Ela tinha apenas 18 anos na época e foi condenada a 15 anos.

Encarcerada na Penitenciária Tavalera Bruce, no Complexo de Gericinó, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, Verônica acaba de ser eleita a Miss Tavalera 2018. Ela concorreu ao título com outras nove presas.

As presidiárias que concorreram ao prêmio de miss desfilaram com dois modelos diferentes: um era despojado e outro de gala. No primeiro, Verônica usou uma saia colorida, blusa branca, chapéu e chinelos.

No segundo modelo, de gala, ela usou um vestido longo, preto e dourado, bem justo, e uma sandália preta alta. A jovem loira usou também um batom vermelho que chamou a atenção dos jurados.

No total, dez jurados fizeram a avaliação. Funcionários da Secretária de Administração Penitenciária (Seap) representavam a maioria deles. A Seap foi a promotora do concurso.

“Estou com o coração acelerado e muito feliz. Realmente não esperava. Cheguei aqui (na cadeia) rebelde e agora estou aqui porque me comportei. Me preparei muito para esse dia. Treinei muito”, afirmou Verônica.

O concurso de Miss Tavaleira chegou à 13ª edição e para participar é necessário ter bom comportamento dentro da cadeia. Até ano passado, Verônica não competia justamente por não ter bom comportamento. Em sete anos, ela já cometeu oito faltas graves.

A vencedora levou para a cela um ventilador e comemorou bastante. “Isso (o ventilador) aqui dentro é muito útil. É calor demais”, afirmou Verônica.

Leia Também

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Escândalo! Assessores estariam cobrando propina para artistas e faz Globo se manifestar

Após mandar ‘prender’ advogado, Ministro do STF sofre o pior castigo