in

Rodrigo Caio afirma que perdeu a paixão pelo São Paulo e detona Diego Aguirre

Site oficial do São Paulo
Publicidade

O zagueiro Rodrigo Caio concedeu entrevista ao programa No Ar com André Henning, no Esporte Interativo, e revelou problemas com o ex-treinador Diego Aguirre, além de afirmar que não é mais torcedor do São Paulo.

“Eu perdi muito dessa paixão. Acho que é normal quando você joga no seu time, mas também por tudo o que aconteceu. Isso é nítido. Eu vejo pelo meu pai. Se eu sou roxo, ele é o extremo, e ele não é (mais tão são-paulino). Eu vejo no olho dele”, afirmou Rodrigo Caio.

O zagueiro disse que às vezes conversa com o pai sobre futebol e ele muda de assunto. Rodrigo Caio afirmou que sempre vai amar e torcer pelo São Paulo, mas perdeu um pouco da paixão por tudo o que tem vivido no clube. “Se o culpado sou eu, no dia que eu sair espero que ganhe muitos títulos”, disse.

Publicidade

Revelado pelo São Paulo, o jogador afirmou que 2018 foi o pior ano de sua carreira. No começo da temporada, ele quase se transferiu para o Real Sociedad. Não foi porque sonhava em disputar a Copa do Mundo e achava que teria mais visibilidade jogando no Brasil.

Publicidade
Publicidade

Na segunda rodada do Campeonato Brasileiro, ele sofreu uma lesão no pé e ficou três meses sem jogar. Neste momento difícil, começaram os problemas com treinador uruguaio Diego Aguirre.

“Ele não dava abertura, é um cara fechado. O cara não vinha falar comigo. Nos três meses que fiquei na fisioterapia, o cara nunca foi lá perguntar como eu estava. Fiquei sem entender. Quando você monta um time para ser campeão, você tem que dar atenção para todos. Essa é a diferença dos treinadores de alto nível, é a gestão. Eu não via isso. Falo por mim, mas do que vi dos outros também”, alfinetou o zagueiro.

Recuperado da lesão, Rodrigo Caio foi utilizado em três partidas, mas improvisado na lateral. Antes da partida contra o Atlético-PR, no Morumbi, Aguirre preteriu o zagueiro e treinou com Bruno Alves e Anderson Martins, que estava suspenso. “Fiquei louco da vida”, disse Rodrigo Caio, que teria procurado Raí e Diego Lugano para dizer que não atuaria mais como lateral-direito.

“Contra o Palmeiras eu joguei de lateral-direito, estava bem, mas saí no intervalo. A culpa é de quem por que perdeu? Do Rodrigo, como sempre. Esse era meu pensamento quando eles começaram a me colocar de lateral. Vai dar uma coisa errada e a culpa vai ser minha”, disse o jogador, cujo contrato vence no final de 2021.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br