in

Greve dos Rodoviários começa a tomar grandes proporções

Luiza Marcondes/ G1

Os rodoviários do estado do Espírito Santo iniciaram uma greve por reajustes salariais. A solicitação pedida pelos representantes dos motoristas de ônibus é de 4%, entretanto nenhum acordo foi fechado e os patrões oferecem 3% para a categoria, como não houve entendimento entre as partes, uma greve foi deflagrada e já afeta boa parte dos capixabas.

População afetada

Ao todo, cerca de 650 mil pessoas usam o transporte rodoviário diariamente só na região da Grande Vitória. Os terminais de embarque já se encontram com poucos ônibus e muitas filas por todos os lados, quem precisava chegar no horário no trabalho ou em algum compromisso, certamente passou aperto.

O que os rodoviários pedem

Os motoristas de ônibus, através de seus sindicatos representantes, querem um reajuste salarial de 4% em seus vencimentos básicos (rejeitando os 3% proposto pelo sindicato das empresas de transportes), e também desejam a melhoria em benefícios dos funcionários como os planos de saúde e os valores de tíquete alimentação.

Transtornos por toda a parte

O sindicato ‘Sindirodoviários’, que atua na região, afirmou que mesmo preservando 70% da frota nas ruas, isto é, atendendo a lei que exige a manutenção do serviço básico. muitos moradores estão reclamando da super lotação nos ônibus e principalmente nos atrasos que estão ocorrendo ao longo da manhã desta segunda-feira (04/10).

A Justiça determinou que, no horário de pico, de 6h às 9h e entre 17h às 20h, seja mantido o percentual de 70% da frota nas ruas, podendo ser reduzido para até 50% nos demais horários.

Leia Também

Escrito por Bruno Araújo

Trabalho com editoriais para plataformas de notícias há mais de 6 anos, sou formado em engenharia industrial e gosto de escrever matérias sobre futebol, televisão, política, entre outras. Quer falar comigo? jesus.brunoaraujo@gmail.com

Bolsonaro quer tirar coroa do ‘rei’ de Roberto Carlos?

Famosa cantora é ‘expulsa’ de camarim após fazer show