in

Atriz global declara que quer cargo no governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro

Divulgação/Rede Globo
Publicidade

Integrando uma comitiva em visita a Jerusalém, à convite da pastora Jane Silva, Regina Duarte, atriz global, discursou revelando que um dos motivos para visitar a cidade, foi comemorar a vitória do presidente eleito Jair Messias Bolsonaro.

A atriz chegou a se pronunciar no Parlamento israelense, nesta quarta-feira (28), citando trechos do livro de Anne Frank: “Sei bem como é difícil acreditar em algo quando há tanta gente má no mundo. Apesar de tudo, ainda acredito na bondade humana”.

Regina aproveitou o momento para se colocar à disposição do governo Bolsonaro, mesmo que como “palpiteira”, brincou a atriz, que, durante a visita, foi condecorada com a comenda criada pela pastora Jane Silva de “Embaixador Extraordinário da Paz no Oriente Médio”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Logo após o evento, políticos presentes se reuniram para uma foto oficial. Nesse momento se ouviram gritos de “Mito” e “Moro”, em apoio ao novo presidente brasileiro eleito, Jair Bolsonaro, e o nomeado ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Regina Duarte teve intensa participação na campanha do candidato Jair Bolsonaro (PSL) para a Presidência da República nas eleições de 2018. Ás vésperas do segundo turno, a atriz divulgou um vídeo do cantor Raimundo Fagner declarando seu voto em Bolsonaro.

“Amigo Jair, bom dia! Quero prestar meu apoio à sua candidatura a presidente do Brasil na confiança de que sua vitória trará para o nosso país uma política voltada para o nosso povo, quer seja por sua imensa diversidade regional ou diversidade ideológica” afirmou Fagner na gravação.

Acontece que a atriz, por descuido, ao invés de marcar o perfil do cantor, acabou mencionando o lateral-direito Fagner, do Corinthians e jogador da Seleção Brasileira na Copa do Mundo desse ano. Os internautas a alertaram sobre o erro. “Você marou o Fagner do Corinthians aí no vídeo”, comentou um seguidor, acrescentando risadas ao comentário. “Regina, você marcou o Fagner do Corinthians, mas tá valendo“, aplaudiu outro.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Higor Mendes

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.