in

Apostador não resgata prêmio da Mega-Sena e perde R$ 22 milhões; saiba para quem vai o valor

Caixa Econômica Federal
Publicidade

Imagine ganhar R$ 22 milhões em um sorteio da Mega-Sena. Com certeza qualquer pessoa sairia correndo logo no primeiro momento para resgatar o prêmio. Não foi o que aconteceu com um ganhador do concurso 2.074, realizado em 1° de setembro.

Publicidade

Acertando seis dezenas sorteadas, um apostador de São Sebastião, interior de São Paulo, desde o momento não procurou a Caixa Econômica Federal para fazer os tramites legais da entrega do prêmio. O prazo venceu nesta sexta-feira (30 de novembro), às 16h, após 90 dias de espera. O banco confirmou que não é mais possível que o ganhador recorra ao prêmio.

Publicidade

Os números sorteados foram: 08-18-23-37-42-58. A chance de acertar as seis dezenas em um jogo simples da modalidade é de uma em mais de 50 milhões. Neste concurso, o apostador não encontrado e um outro apostador e Passos, em Minas Gerais foram os ganhadores. O mineiro já resgatou o prêmio.

Moradores de São Sebastião ficaram na expectativa após sair o resultado. A lotérica em que foi feita a aposta, inclusive, colocou um letreiro na frente do estabelecimento anunciando que de lá havia saído o ganhador. O dono revelou que nos últimos dias o fluxo de curiosos e supostos ganhadores aumentou. O proprietário contou que um desses ligou recentemente para a lotérica, se apresentando como o ganhador, porém que havia perdido o bilhete.

Publicidade

O que acontece com o valor?

Segundo a Caixa Econômica Federal, os R$ 22 milhões serão repassados para o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil). No primeiro semestre, cerca de R$ 128 milhões foram repassados ao programa do governo através de prêmios não resgatados.

O Fies é um programa que permite estudantes do ensino superior concluírem o período educacional com financiamento total ou parcial do curso, permitindo que o valor relativo seja pago somente após a conclusão.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Thiago Santana

É redator do Grupo i7 Network, estudante de jornalismo e chocolatra.

Efeito Bolsonaro põe em risco homenagem à voz de Pabllo Vittar

Galãs da Globo são obrigados a esconder homossexualidade durante anos