in

Não sabendo que estava sendo filmada, funcionária mata bebê de apenas 8 meses

Reprodução / Entre mães e filhos
Publicidade

Bebê de apenas 8 meses de vida é morto sufocado por funcionária de Creche, que praticou o delito usando um cobertor. A funcionária afirmou não saber que havia câmeras de segurança no local, confessando o crime e dizendo que realizou o ato por que o bebê mostrava não querer dormir e, também, não parava de chorar.  

 “Estou farto desta criança”, disse ela antes de admitir o crime cometido. Nas câmeras de segurança, é possível ver o bebê se debatendo incansavelmente, enquanto é sufocado pelos cobertores usados pela assassina.  

O nome de quem praticou tal atrocidade é Leah Walden, de apenas 24 anos, que, após ser indagada ser culpada pelo crime, admitiu cometer o ato. O fato aconteceu na creche chamada Rocket Tiers Leaning Center, situado em Baltimore. A vítima de apenas 8 meses chamava Reese Bowman. O crime ocorreu em maio de 2017, entretanto, o julgamento na audiência ocorreu apenas nesta terça feira 27/11/18. 

Publicidade

Para a felicidade da família da vítima, a justiça foi aplicada para Walden, sendo impostos 70 anos de prisão. A comoção pelo terrível crime cometido foi tanto que, até mesmo a juíza Althea Handy, responsabilizada pelo caso, não conseguiu conter suas lágrimas, chorando logo após passar a sentença.  

Publicidade

Walden ainda decidiu se explicar, dizendo que o local não havia dado os conselhos e treinamentos necessárias para o seu trabalho. 

A advogada assistente do estado ainda ressaltou uma conversa tida pela delinquente com uma colega de trabalho, onde dizia estar frustrada e odiar o bebê, tendo a vontade de sacá-la, em suas palavras.  Voltando do almoço, sua frustração aumentou quando percebeu que a criança não iria dormir.  

Devido a sua frustração, Walden deu um tapa em Reese antes de matá-la sufocada com os cobertores.  

Tentando minimizar sua pena, a criminosa disse inicialmente ter alimentado o bebê, colocado para dormir e, quando voltou, para a sua surpresa, a menina estava sem resposta. 

Entretanto, seu argumento mostrou ser uma mentira após checarem as câmeras de segurança que haviam no local. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade