in

São Paulo deve facilitar a saída de jogador criticado e dará chance a jovem da base

Reprodução / São Paulo FC
Publicidade

O goleiro Sidão não viveu um bom ano em 2018. Mesmo quando o São Paulo era líder do Campeonato Brasileiro, o goleiro era apontado como um dos responsáveis por alguns dos pontos perdidos pela equipe comandada à época pelo uruguaio Diego Aguirre.

Apesar das críticas vindo das arquibancadas, a comissão técnica segurou o arqueiro como titular até quando pode. Quando não deu mais, Aguirre sacou Sidão e colocou Jean em seu lugar.

Sidão chegou ao São Paulo em 2017, trazido por Rogério Ceni, depois de ter um bom Campeonato Paulista de 2016 pelo Audax, equipe que ficou com o vice-campeonato ao perder a decisão para o Santos.

Publicidade

O goleiro tinha como trunfo o fato de saber jogar com os pés e substituiu Denis, primeiro titular após a aposentadoria de Ceni. Em 2017, logo no início dos trabalhos, ele defendeu pênaltis no jogo que deu o título da Flórida Cup ao São Paulo sobre o rival Corinthians.

Publicidade

Sidão atuou em praticamente duas temporadas, mas nunca se impôs como titular absoluto e digno da confiança da torcida. Na reta final do Brasileirão deste ano, perdeu a titularidade e tudo indica que não deve continuar na equipe na próxima temporada.

Com a sua provável saída, o São Paulo não deve ir ao mercado. Jean deve seguir como titular e o jovem Lucas Perri assumirá a reserva imediata. Muitos torcedores do Tricolor pedem que o goleiro da base tenha chance na equipe principal.

O argumento usado por alguns torcedores é o que de Lucas Perri não deve ser pior do que Sidão e Jean. O jovem segue trabalhando em busca de uma chance no time principal para provar o seu valor.
Sidão está liberado para negociar com outros clubes e o São Paulo vai facilitar a saída do arqueiro..

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br