in

Morre um dos maiores cineastas de todos os tempos

Gospel prime
Publicidade

Na sexta-feira (23), morreu o cineasta britânico Nicolas Roeg, aos 90 anos. Ele dirigiu grandes produções que incluem o filme “Convenção das Bruxas”.

Nascido e criado em Londres, Nicolas foi um dos mais influentes nomes a compor o cinema do Reino Unido. O cineasta dirigiu vários filmes que passaram a ser considerados cult. 

Filmes como “Performance” de 1970, que teve o astro da música Mick Jagger no elenco e “O Homem que Caiu na Terra”,de 1976, com David Bowie no papel principal, se tornaram grandes obras do cinema mundial. Nicolas ficou famoso por desenvolver um estilo próprio de fazer arte. 

Publicidade

Suas obras sempre tinham tramas não lineares e temáticas complexas. Horror, morte e relações picantes eram assuntos recorrentes em seu longas. Além disso, Nicolas também gostava de explorar o colapso mental.

Publicidade
Publicidade

O que poucas pessoas sabem é que o cineasta entrou na área cinematográfica por acaso. Sem formação, ele recebeu um convite para servir chá em um estúdio de Marylebone, localizado na capital inglesa. No local, ele também atuou como câmera men. 

No final do anos 60 o cineasta passou a dirigir seu próprios longas e não parou mais. Em uma entrevista dada ao The Guardian em 2007, o astro do cinema chegou a dizer que as pessoas consideravam seu filmes difíceis de vender. “As pessoas amam coisas que vêm em caixas, classificadas como um gênero. Mas é apenas a vida. Vida e Nascimento e sexo e amor: eles não caminham, necessariamente, juntos”. 

O diretor deixou sua mulher, Harriet Harper, e seis filhos. A família por motivos desconhecidos, não quis revelar o que ocasionou a morte do cineasta britânico. 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Rômulo NC

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.