in

Mais Médicos registra 2 mil inscrições na primeira hora, apesar de ataque cibernético

Twitter Ministério da Saúde

A saída dos médicos cubanos do Brasil abriu vaga para os profissionais brasileiros que quiserem atuar no programa Mais Médicos. Nesta quarta-feira (21), o Ministério da Saúde abriu as inscrições e foram registradas duas mil inscrições na primeira hora.

Apesar do sucesso, houve problemas que inviabilizaram um volume maior de profissionais de saúde cadastrados. Em três horas, segundo o Ministério da Saúde, foram realizadas 3.336 inscrições.

Pelo Twitter, o Ministério da Saúde reconheceu o problema e acredita ter sido vítima de um ataque cibernético. “O Ministério da Saúde informa que recebeu mais de 1 milhão de acessos simultâneos no momento da abertura do sistema para os médicos interessados na inscrição do Mais Médicos”, escreveu.

O volume elevado, porém, não deve ser comemorado. “O volume é característico de ataques cibernéticos. Para comparação, é mais que o dobro do número de médicos em atuação no país. Para garantir a inscrição dos interessados, o Departamento de Informática do SUS (DATASUS/SE/MS) está isolando a aplicação dos ataques”, afirmou o Ministério em outra postagem.

O Ministério afirmou também que a expectativa é que o sistema seja normalizado e que os interessados devem manter a tentativa de acesso ao sistema. “O Ministério da Saúde alerta que eventuais responsabilidades pela inserção de dados falsos no sistema poderão ser apurados na esfera penal”, escreveu no Twitter.

Todas as postagens do perfil do Ministério da Saúde no Twitter dão indícios de que a pasta teme sabotagem no cadastro de profissionais da saúde. Os médicos cubanos estão deixando o Brasil e oito mil vagas serão abertas para atuar em diversas cidades brasileiras.

Leia Também

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Ao acenar, Michelle Bolsonaro mostra tatuagem no pulso e surpreende

Simone e Simaria tem briga feia e decidem por fim à dupla sertaneja?