in

Mulheres que reclamam de tudo são as melhores parceiras que o homem pode ter, diz estudo

Pixabay
Publicidade

Dizem por aí que ter uma esposa chata, pegajosa e rabugenta é muito ruim. O que ninguém poderia imaginar é que a universidade de Michagan demonstraria o contrário. De acordo com um estudo feito pela universidade, a mulher “reclamona” pode fazer bem para a saúde do seu companheiro.

De acordo com o resultado da pesquisa, o homens que convive com companheiras que reclamam o tempo todo, tem vantagens em seu estado de saúde, pois esse tipo de relacionamento tende a ‘atrasar’ o aparecimento do diabetes e colaborar com ou tratamento se o parceiro adoecer. 

Para realizar e finalizar o estudo foram convidados 1.300 casais voluntários, que colaboraram com a faculdade por aproximadamente cinco anos. Ao termino do estudo, foi descoberto dentre 380 casais, onde um dos parceiros desenvolveu diabetes.

Publicidade

Assim se fez possível, mediante coleta de dados, identificar que a qualidade do relacionamento influência aumentando ou diminuindo a possibilidade de desenvolver diabetes.

Publicidade

“A descoberta mais surpreendente foi que, para os homens, o aumento na característica supostamente negativa do casamento diminuiu o risco de desenvolver diabetes e aumentou as chances de tratar a doença assim que ela apareceu”,  comentou o especialista.

Concluindo, as mulheres irritantes fazem bem para a saúde de seus companheiros, porque elas  tendem a fazer marcação serrada para que eles se cuidem e sigam as orientações médicas com rigorosidade e exigem que eles sigam uma dieta e mantenham uma alimentação saudável. Só assim os homens seguem fielmente o tratamento médico e controlam o diabetes.