in

Apresentadora da Globo que fez campanha contra Bolsonaro recebe ‘castigo’ do público

Montagem / Diogo Marcondes
Publicidade

A atriz Taís Araújo é um dos grandes nomes do feminismo brasileiro. Além da luta pela igualdade de gênero, ela também batalha pelos direitos dos negros ao lado do marido, o também ator Lázaro Ramos. Neste ano, ela estreou como apresentadora do programa Popstar, da Globo.

Apesar de ter ido bem na função, de acordo com a opinião de alguns especialistas de TV, Taís sofreu uma derrota no último episódio do talent show que reúne funcionários da Rede Globo.

Sob o seu comando, o programa teve menos audiência na final do que na temporada anterior. No último domingo (18), o Popstar registrou 12,1 pontos na região da Grande São Paulo, segundo dados do Ibope.

Publicidade

Na final do ano passado, o programa havia alcançado 15,1 pontos na mesma região e de acordo com o mesmo instituto. A queda de três pontos representa 20% a menos de audiência. Apesar dos índices, a Globo prepara uma terceira temporada do reality para 2020.

Publicidade
Publicidade

Nas redes sociais, é possível ver que eleitores de Jair Bolsonaro não curtem o programa de Taís Araújo. Críticas são frequentes. Nas últimas eleições, Taís se posicionou claramente a favor da campanha “Ele não”, que tentava combater o então candidato à Presidência da República.

No dia da eleição, ela foi votar portando um livro, em apoio a campanha criada por grupos de esquerda. Após o resultado das eleições e a vitória de Bolsonaro, Taís postou uma arte com a frase “ninguém solta a mão de ninguém”. Esta frase tornou-se uma espécie de slogan da esquerda após a derrota nas eleições presidenciais.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br