in

Atacantes do Santos vivem longo jejum de gols no Campeonato Brasileiro

Gazeta Esportiva
Publicidade

Em um ano em que os jogadores do Santos não vivem uma boa relação com as redes, somente Gabigol vem se destacando. Diferente do craque, os outros jogadores acumulam meses e meses em jejum.

O último jogador que conseguiu fazer um gol, sem ter sido Gabigol, foi Copete, no último dia 03, diante do Palmeiras. Seria brilhante, se esse não fosse o único feito pelo atleta durante todo o ano de 2018.

Quanto aos demais jogares, há mais de três meses que nenhum deles balançam as redes. Sozinho, Gabigol é responsável por 41,4% dos gols que o Santos marcou durante o Brasileirão. De todas as 41 bolas mandadas para o gol, foram 17 a saírem dos pés do artilheiro.

Publicidade

Para o jogo que acontecerá nesta quarta-feira (21), contra o Botafogo, na Vila Belmiro, o técnico Cuca terá que definir quem vai à campo formando dupla no ataque com Gabigol. Bruno Henrique, que vem tendo uma ótima atuação, está suspenso e não fará parte da escalação de Cuca.

Publicidade

Derlis González provavelmente também não deverá estar presente na partida, pois, nesta terça-feira (20), entrará em campo defendendo a seleção paraguaia. Arthur Gomes, Eduardo Sasha e Copete brigam por duas vagas no time.

As últimas quatro derrotas sofridas pelo Santos contra Palmeiras, Chapecoense, Flamengo e América-MG acabaram reduzindo, e muito, as chances do clube de Cuca conseguir uma classificação para a Libertadores do ano que vem.

Ao ser derrotado no confronto em Belo Horizonte (MG), o clube foi ultrapassado pelo Botafogo, e caiu para a décima colocação, ficando com 46 pontos. Atualmente, sonhando com a classificação para a Libertadores, o clube precisa chegar no mínimo ao G-6, mas não será tarefa fácil, pois está com sete pontos a menos que o atual sexto colocado, o Atlético-MG, que tem 53.

Rômulo NC

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.