in

Sanchez negocia com empresa internacional por ‘naming rights’ da Arena Corinthians

BPM Marketing Esportivo
Publicidade

O presidente Andrés Sanchez, em sua primeira gestão no Timão, ficou marcado por conseguir construir o primeiro estádio do país. O estádio foi a Arena Corinthians, que logo se popularizou como ‘Arena de Itaquera’ e tem uma das maiores infraestruturas do mundo.

Entretanto, a diretoria do Corinthians acabou se afundando em dívidas e hoje já chega a mais de R$ 2 bilhões. O presidente Sanchez, o mesmo que construiu a arena, hoje busca meios para diminuir essa dívida e posteriormente quitar o pagamento de uma vez por todas.

O presidente do Timão está na Europa e negocia, já tendo uma reunião marcada com a Emirates, para buscar um patrocínio máster e o tão aguardado naming rights.

Publicidade

Os ‘direitos de nome’ da Arena Corinthians seria dado a uma empresa. O empreendimento pagaria um valor para poder adquirir os direitos do nome do estádio, assim modificando de ‘Arena Corinthians’ para o nome de sua empresa.

Publicidade

Hoje, um grande exemplo de naming rights no Brasil é a Arena Allianz Parque, que pertence ao Palmeiras e tem os direitos de nome liquidado por uma grande empresa internacional.

O valor para fechar o contrato deve ainda ser negociado. Em afirmações anteriores, o presidente Andrés Sanchez explicou que pediria cerca de R$ 400 milhões pelos naming rights, entretanto a diretoria do Timão pode aumentar o investimento e também encaminhar o patrocínio máster.

É evidente que todos os torcedores do Corinthians estão torcendo para que haja um acerto entre a diretoria corintiana e os empresários donos da Emirates.

A informação dada é do Estadão.

Publicidade
Bruno Avila

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com