in

Globo é proibida de falar sobre inquérito da morte de Marielle Franco e se manifesta

Veja
Publicidade

O assassinato da vereadora do PSOL no Rio de Janeiro, Marielle Franco, foi um dos casos de maior repercussão dos últimos meses no jornalismo.

Tendo completado oito meses da morte da vereadora, até agora nada foi esclarecido e ninguém preso. A Globo e a Globo News, que vem repercutindo o constantemente, foi proibida de divulgar qualquer parte do conteúdo envolvendo o inquérito da morte de Marielle e Anderson. 

A decisão de tomar a atitude foi do juiz Gustavo Gomes Kalil, da Quarta Vara Criminal do Rio de Janeiro, a pedido da Divisão de Homicídios da Polícia Civil e do Ministério Público do estado. 

Publicidade

A informação dessa sentença, foi divulgada pelo site Notícias da TV, que ainda comunicou que a emissora irá recorrer da decisão. Isso tudo, porque o canal acredita, que a proibição fere a liberdade de imprensa e o direito do público se informar. A próprio Globo divulgou o material que foi lido várias vezes. 

Publicidade
Publicidade

Na nota, a emissora cita a decisão do juiz em barrar a divulgação do conteúdo em relação ao inquérito da morte de Marielle e Anderson. Mesmo sem identificar nenhuma das vítimas, a emissora disse que o juiz determinou que não fosse mais falado no assunto em seus telejornais. Logo em seguida a nota diz: “A TV Globo, evidentemente, vai cumprir com a decisão judicial. Mas por considerar a decisão excessiva, vai recorrer da decisão por ela ferir gravemente a liberdade de imprensa e o direito do público se informar, especialmente quando se leva em conta que o objeto do inquérito é de alto interesse público no Brasil e no exterior”. 

A emissora alega que vai continuar fazendo valer o direito do público de se informar, mas sem prejudicar as testemunhas ou as investigações do caso.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Rômulo NC

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.