in

Coração do filho de Elisson, ex-goleiro do Cruzeiro, é doado para criança internada em SP

Foto Reprodução - Perfil Pessoal
Publicidade

Na última sexta-feira (16), uma criança de 11 meses de idade foi submetida a um transplante de coração no Hospital da Criança e Maternidade (HCM) localizado na cidade de São José do Rio Preto (SP).

De acordo com o hospital, essa foi a primeira vez que um paciente com a menor idade da história passou por esse tipo de procedimento na instituição.

O neném pesando apenas 8,9 quilos, hospitalizado cerca de 50 dias no HCM, recebeu o coração do filho do goleiro Elisson. O pequeno Lucca Guilherme, de 6 anos, faleceu na última quinta-feira (15) após ter ficado hospitalizado na cidade de Betim, região metropolitana de Belo Horizonte- MG, devido ter sofrido traumatismo craniano grave, provocado por um acidente doméstico, no qual um armário caiu sobre ele. 

Publicidade

O hospital, também informou que o bebê da cidade de Jales (SP) foi diagnosticado com miocardiopatia dilatada, desde o seu nascimento. Os portadores desse tipo doença têm a tendência de ter o coração aumentado de tamanho, e consequentemente têm dificuldades no bombeamento de sangue do órgão as demais partes do corpo.

Publicidade

Logística cirúrgica

O HCM falou a respeito do modo que foi feito a logística para que houvesse êxito na realização da cirurgia. Segundo o hospital, é necessário que o procedimento cirúrgico ocorra no prazo de quatro horas, a partir da retirada do órgão do paciente doador, até chegar ao receptor.

Conforme o hospital, para realização dessa operação no prazo estipulado, onde doador e receptor estavam localizados consecutivamente em Minas Gerais e São Paulo, foram necessários à utilização de um avião e um helicóptero.

Além disso, o doutor Ulisses Croti , cirurgião cardíaco pediátrico responsável por realizar o transplante, estava na cidade de Londrina (PR). Ele foi transportado de avião, fornecido pela Funfarme, instituição que mantem o HCM, até BH, e depois foi conduzido de helicóptero até Betim para extração do coração do menino.

Em seguida, o cirurgião retornou a BH de helicóptero, e partiu de avião rumo a cidade de Rio Preto-SP. O coração de Lucca foi transplantado no bebê em pouco menos de quatro horas após ter sido removido do peito do doador.

A criança transplantada continua internada na Unidade de Tratamento Intensivo cardiopetiátrica em um leito isolado no HCM. O hospital explicou que as 72 horas posteriores ao procedimento cirúrgico são decisivas para seja feita a avaliação médica, para saber como o organismo do paciente está respondendo ao novo órgão.