in

Sensação! 5 plantas ‘MULTI-MEDICINAIS’ fáceis de se ter em casa

Casa Vogue

Além de deixar a casa mais bonita, um jardim pode também ser responsável por ajudar nas rotinas de auto-cuidado de forma saudável e natural. Para algumas pessoas, o fato de possuir uma ‘farmácia viva’ na própria casa é de estrema valia, uma vez que basta saber qual planta usar para se curar dos mais variado sintomas recorrentes do dia a dia.

Pensando nisso, a produtora agroflorestal, etnobotânica e herbalista do Sítio Semente, Nati Muguet, desenvolveu um projeto que se baseia na cura através das plantas. “Ter plantas em casa traz muita energia e beleza para o espaço, mas pode também trazer mais saúde física e mental de forma natural e conectada com a natureza! É só criarmos um jardim funcional: com plantas que a gente goste e que, de quebra, tragam benefícios para a gente”, afirma a naturalista.

Desta forma, Muguet indica 5 plantas que são indispensáveis em qualquer jardim, sendo elas fáceis de serem manuseadas, com diversas funções medicinais e que, de bônus, podem ajudar a enfeitar o ambiente. Confira quais são as 5 principais plantas!

Babosa (Aloe vera)

Conhecida também como Aloe Vera, a babosa possui uma espécie de gel em suas folhas. Este gel é ótimo para os cabelos e para a pele, sendo indicado também para casos de queimaduras e ferimentos superficiais, pois é cicatrizante, antimicrobiano e altamente hidratante. Seu manuseio é simples e a planta se multiplica pela separação de brotos laterais, preferindo um solo arenoso e dispensando muita água.

Novalgina

Com o nome científico de Achillea millefolium, a mil-folhas, ou novalgina como é mais popularmente conhecida, é uma planta que possui poderosos efeitos contra febre e diversas dores. Mas não é só isso, pois o seu consumo também beneficia mulheres que sofrem de cólicas menstruais ou ciclos menstruais irregulares. Seu consumo é indicado, principalmente, a partir da infusão. Ela se multiplica por touceiras ou estacas. 

Sálvia

Além de sua utilidade como tempero na culinária, a sálvia é recomendada, principalmente, para mulheres, pois o consumo da planta ajuda no controle hormonal, contribuindo para um ciclo menstrual mais regulado e até mesmo nos efeitos da menopausa. É indicado o consumo de 4 xícaras da infusão de suas folhas. Casos de cistite podem ser tratados a partir de um banho de assento com o chá da sálvia. Ela é plantada através de estacas ou sementes, e dispensa excesso de água.

Hortelã

Seu nome científico é Mentha spicata, mas é conhecida também como levante ou hortelã. É muito usada em drinks, sucos e infusões, mas também é usada na culinária em forma de temperos. É uma planta bastante digestiva e com forte poder de combate contra a gripe. Extremamente resistente, essa planta só não pode deixar de ser aguada. 

Confrei

Essa é uma planta com efeitos cicatrizantes, anti-inflamatórios e anti-reumática, muito indicada para dores em geral. O modo mais indicado de seu uso é através de compressas. Para isso, ferva suas folhas em água e aplique na região a ser tratada. Seu manuseio é simples, orém, não pode faltar água.

Essas 5 plantas podem ser de extrema ajuda na auto-medicação, ajudando a combater diversos sintomas do dia a dia de forma natural, saudável e sem custos, se tornando indispensáveis à sua residência. Compartilhe com seus amigos também!

Leia Também

Escrito por Matheus Dayrell

Sócio-fundador do i7 Network. Tenho a profissão de jornalismo como uma paixão e estou sempre em busca de constantes melhorias nos conteúdos que escrevo, estando eles, principalmente, entretenimento, esportes e curiosidades. Meu contato: mdayrell07@gmail.com

Após incêndio nos EUA, Luciano Huck e Angélica aparecem usando máscaras de oxigênio

Reviravolta! Futuro de Cuca no Santos está decidido