in

Polícia procura assassinos do médico Roberto Kikawa

Reprodução / G1
Publicidade

A violência nas grandes cidades faz muitas vítimas a cada dia. Na noite do sábado (10), um dos médicos mais famosos do Brasil foi morto durante um assalto na região do Ipiranga, zona sul da cidade de São Paulo.

O gastroenterologista Roberto Kunimassa Kikawa foi morto a tiros dentro de seu veículo. Kikawa tinha 48 anos e ficou famoso nacionalmente por ter fundado a Carreta da Saúde, em 2008.

A iniciativa, elogiada em todo o país, leva atendimento médico especializado para pessoas de baixa renda. O Sistema Único de Saúde (SUS) é o responsável pelas unidades móveis.

Publicidade

Na noite de sábado, Kikawa e sua secretária estavam dentro do carro na Rua do Manifesto, no Ipiranga, quando dois homens se aproximaram e anunciaram o assalto.

Publicidade

Um deles perguntou ao médico se ele era policial. Antes de Kikawa descer do carro acabou baleado – a secretária nada sofreu. A polícia foi acionada e quando chegou ao local o médico ainda estava vivo dentro do jipe.

Encaminhado ao Hospital do Ipiranga, Kikawa não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo. O caso foi registrado no 16º Distrito Policial, localizado na Vila Clementino.

Kikawa era integrante do Centro de Integração de Educação e Saúde (CIES Global). A ideia da Carreata da Saúde surgiu de uma promessa que fez ao pai, que morreu de câncer e pediu ao filho que tratasse os pacientes com humanidade, olhando nos olhos.

O médico cumpriu bem esse papel até ser vítima da criminalidade. Nas redes sociais, milhares de internautas se solidarizam com familiares e amigos de Kikawa. A polícia está à procura dos criminosos.

Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br