in

Caso Daniel: mãe de Edison Brittes, o assassino confesso, prestou queixa contra o filho

Montagem / Isto É
Publicidade

Assassino confesso do jogador Daniel Corrêa, o empresário Edison Brittes Júnior já se envolveu em confusão com a própria mãe e há boletim de ocorrência aberto contra ele. O caso aconteceu em fevereiro.

Doralice Ferreira dos Santos, mãe do empresário, acusou o próprio filho de ter proferido injúrias contra ela. Tudo aconteceu quando Doralice foi cobrar uma dívida de Edison.

Juninho “Riqueza”, como é conhecido pelos amigos, teria pedido dinheiro emprestado à mãe e não conseguiu honrar com o compromisso. A ideia era que ele pagasse tudo em um ano. Isso não aconteceu.

Publicidade

Doralice foi cobrar o filho e acabou sendo xingada por Juninho. Ele proferiu palavras de baixo calão contra a própria mãe e a chamou de folgada por querer receber o que lhe era devido.

De acordo com o UOL, o advogado Claudio Dalledone Júnior, que defende Edison, não comentou sobre o assunto. “A defesa não comenta fatos que não sejam sobre a investigação de homicídio.

Há outro boletim de ocorrência, de janeiro, em que Edison é acusado de ameaçar a mulher. Disparos de armas de fogo foram ouvidos na residência. A polícia foi até o local, mas o casal não permitiu que ela entrasse. Edison é dono de uma arma de fogo Glock cujo registro venceu em agosto.

A polícia continua investigando a morte de Daniel Corrêa, no dia 27 de outubro. Edison Brittes confessou o crime e está preso. Além dele, também estão atrás das grades sua esposa, Cristiana Brittes, e filha, Allana Brittes. Igor Kyng, David Vollero e Eduardo Henrique Ribeiro também estão presos por terem participado do crime.

Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br