in

Essas celebridades já abortaram, deram a cara a tapa e resolveram dizer: “sim, eu já abortei”

Publicidade

Todos nós sabemos que o aborto no Brasil é considerado crime, salvo exceções, como em casos de estupro ou risco de morte para a mãe o para o bebê. Mas engana-se quem acha que a prática não é tão comum assim: o aborto acontece entre pessoas comuns e até mesmo celebridades, algumas até decidiram revelar que já fizeram o procedimento e qual foi o motivo para chega a esta decisão.

Em 1997, a revista Veja abordou o assunto em matéria de capa. Várias celebridades como Marília Gabriela e Cissa Guimarães resolveram dar a cara a tapa e revelar que já teriam feito o procedimento proibido. Outras famosas que também já abriram o jogo e revelaram abertamente ter abortado foram Sonia Braga, Débora Bloch, Astrid Fontenelle, Soninha Francine, Luiza Brunet, Penélope Nova, Vera Zimmermann, Cynthia Howlett, Elba Ramalho, Cássia Kis Magro, Núbia Óliiver, Elke Maravilha, Zezé Polessa, Claudia Alencar, Dercy Gonçalves e Aracy Balabanian.

Betty Faria

A atriz concedeu uma entrevista ao site UOL onde falou abertamente já ter feito aborto. “Abortos são momentos que traumatizam, que você se lembra. Momentos da sua vida que foram violentos. Mas que bom que eu fiz. Que bom que eu fiz. Eu não queria ter aquele filho”, revelou a atriz. Ela ainda defende que o aborto deveria ser legalizado e que quem deveria decidir isso seriam as deputadas e senadoras, não os políticos homens.

Publicidade

Hebe Camargo

Hebe Camargo ainda é considerada a eterna dama da televisão brasileira. Ela revelou em 1987, no programa Roda Viva, da TV Cultura, que já tinha feito um aborto. Na época, ela foi questionada sobre sua opinião a respeito da descriminalização. Hebe não quis dizer se era contra ou a favor, mas que este seria um assunto pessoal e que cada uma pudesse ter a liberdade de escolha.

Publicidade
Publicidade

Cissa Guimarães

Cissa foi uma das celebridades que estava na capa da revista Veja, em 1997. Mas em 2010 a atriz e apresentadora da TV Globo resolveu falar novamente sobre o assunto em entrevista ao jornal Folha de São Paulo. “Sou a favor da legalização do aborto, mas também gostaria que ele fosse extinto. Quando fiz, sofri muito. Mesmo legalizado, na suíte master do [hospital] Albert Einstein, eu não recomendo a ninguém”.

Maitê Proença

Maitê lançou o seu livro “Uma Vida Inventada”, em 2008, e admitiu ter realizado um aborto aos 16 anos. A vida de Maitê na adolescência não foi nada fácil. Quatro anos antes, aos 12 anos, ela teve a mãe assassinada pelo pai por adultério. Ela foi uma das testemunhas a favor de seu pai, e foi rejeitada pela família. Hoje, ela é a favor da legalização do aborto.

Marília Gabriela

Também capa da revista Veja de 1997 com o tema “Eu fiz aborto”, estava Marília Gabriela, que declarou ter feito um aborto. Em 2014, durante a campanha “Precisamos falar sobre aborto”, da revista TPM, ela declarou: “Estamos diante de um fato: no Brasil as mulheres morrem por abortos malfeitos há décadas. Nós, como sociedade, pretendemos continuar cúmplices dessa mortandade?”

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Anna Müller

Escrito por Anna Müller

Bastante ativa nas redes sociais, escrevo conteúdo sobre os mais diversos assuntos para a plataforma i7 Network.