in

Jornalista desabafa após saída da Band: “Destruída por dentro”

Kelly Fuzaro/Band
Publicidade

Com rotinas exaustivas, matérias que mexem com o psicológico das pessoas e a forte pressão nas redações, muitos profissionais acabam escondendo, da empregadora, problemas de saúde física e mental, temendo uma demissão.

Publicidade

Longe da TV há poucos meses, a jornalista Bruna Drews resolveu comentar, pela primeira vez, sobre sua saída da Band. Em sua conta no Instagram, ela revelou os motivos conturbados para deixar a emissora.

Publicidade

Na Band, atuou como repórter do Tá na Tela, depois passou a cobrir reportagens para o policialesco Brasil Urgente, quando ainda era apresentado por Datena. Ela acabou migrando com o comunicador para o dominical “Agora é com Datena” e através de suas reportagens era uma das destaques no departamento do canal paulista.

Porém, ela revelou o que a levou a fazer o pedido de demissão. Os motivos chamam a atenção: “Essa foto foi tirada há mais ou menos três meses, no meu último dia de trabalho! Eu já estava fraca, tomando medicação e destruída por dentro!”, revelou.

Publicidade

“A vida não foi generosa comigo em 2018 e principalmente nas questões relacionadas à minha profissão! Só hoje tenho forças para escrever sobre isso. Foram horas e horas de trabalho, noites curtas e mal dormidas e principalmente pessoas tóxicas”, desabafou Bruna em um dos trechos, parecendo querer falar de uma rotina exaustiva e sobre lidar com pessoas.

O caso de Bruna se assemelha ao da jornalista Izabella Camargo, que foi demitida recentemente da TV Globo, após voltar de uma licença-médica por conta de uma síndrome de burneout – em que são constantes as crises de estresses.

Publicidade

Leia Também

Escrito por Thiago Santana

É redator do Grupo i7 Network, estudante de jornalismo e chocolatra.

Silvio Santos no Teleton: “Peço a Deus 8 anos com Bolsonaro e 8 anos com Moro”

Ator famoso morre aos 81 anos e deixa TV e cinema de luto