in

Caso Daniel: mensagens revelam ‘linha do tempo’ momentos antes do assassinato do jogador

g1
Publicidade

O caso Daniel ainda está sendo investigado pela polícia. Mesmo depois do empresário Edison Brittes Júnior ter admitido o assassinato, muitos detalhes ainda precisam ser esclarecidos pelos investigadores. O empresário admitiu que deu fim a vida do jogador porque ele teria tentado estuprar a sua mulher.

No entanto, novos detalhes podem auxiliar os investigadores a esclarecer o assassinato. Isso porque mensagens que foram trocadas pelo atleta e amigos mostram a ‘linha do tempo’ momentos antes de sua morte. O jogador foi morto no final do mês de outubro. O crime aconteceu na cidade de São José dos Pinhais, que fica localizada na Região Metropolitana de Curitiba.

Além do empresário Edison Júnior, 38 anos, também foram presas suspeitas de participação no crime sua esposa Cristiana, de 35 anos e a filha do casal, a jovem Allana Brittes de 18 anos. Eles foram detidos na delegacia da cidade, sendo a prisão temporária, tendo validade apenas por 30 dias.

Publicidade

Entenda a ‘linha do tempo’

O jogador chegou em Curitiba às 21h30 da sexta-feira, 26 de outubro. Daniel deixou a bagagem na casa de um amigo e foi para a primeira festa da noite. Após participar do evento, por volta da meia-noite, o jogador e o amigo foram para o aniversário de 18 anos de Allana.

Publicidade
Publicidade

O pai da aniversariante foi quem convidou Daniel para participar da comemoração. Às 5h40 da manhã, sábado (27), o rapaz que acompanhava o atleta foi embora. Foi quando o jogador disse que estava indo para a casa de Allana, onde a festa teria continuidade.

Às 6h36, o atleta mandou mensagem para o amigo, onde falava que já estava na casa da jovem, em São José dos Pinhais. Uma testemunha que não teve a identidade revelada afirmou que as pessoas estavam bebendo e escutando música e que a primeira pessoa a dormir foi Cristiana, mãe da aniversariante.

Por volta de 8h07 da manhã do sábado, o jogador começou a enviar mensagens para outro amigo e detalhou que estava em uma festa que tinha várias pessoas dormindo. O amigo ainda teria perguntado se o jogador estava embriagado. Ele ainda respondeu dizendo que não muito. Foi quando o jogador contou que tinha uma ‘coroa’ e que teria relações íntimas com ela. Daniel afirmou ainda que a mulher era a mãe da aniversariante. Além disso, o atleta disse ao amigo que o marido estava junto.

Foi nesse momento que o rapaz fez um alerta ao jogador, dizendo que ele seria expulso da casa e ainda apanharia do marido. Daniel enviou uma foto onde aparece ao lado da mãe de Allana. Na segunda foto enviada, o atleta afirma que teve relação com a mulher.

O amigo contou a polícia que o jogador e mais dois amigos criaram o grupo para publicar imagens das mulheres que costumavam conquistar.

Uma foto do aniversário de 17 anos de Allana comprova que eles se conheciam há mais tempo.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Shyrlene Souza

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.