in

ASSISTA! Ciro Gomes revolta petistas ao não apoiar Fernando Haddad no 2º turno

Montagem / Republicadecuritiba.net
Publicidade

Candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes voltou da Europa, onde foi descansar com a esposa logo depois do primeiro turno das eleições, em 7 de outubro.

Ele chegou na sexta-feira (26) e neste sábado divulgou um vídeo em suas redes sociais.

Os petistas esperavam que ele fosse se posicionar enfaticamente a favor de Fernando Haddad, mas não foi isso o que aconteceu. No vídeo, Ciro agradece o apoio e diz que não quer tomar um lado.

Publicidade

“Quero agradecer a todos pelas expressões de carinho, de afeição, de apoio, de estimulo. Estou energizado, inteiro, apesar da minha muito grave preocupação com o nosso país, com o nosso futuro, mas não é queixando nem se lamentando que a gente vai resolver isso. Eu quero que Deus, como disse lá no primeiro dia, abençoe essa grande nação”, afirma Ciro.

Publicidade

O candidato do PDT afirmou que é preciso votar compreendendo a necessidade de votar com a democracia, votar contra a intolerância, pelo pluralismo. “Mas também ninguém está obrigado a votar contra convicções e ideologias. Claro que todo mundo preferia que eu, com meu estilo, tomasse um lado e participasse da campanha, mas eu não quero fazer isso por uma razão muito prática que não posso falar agora”, explicou o presidenciável que recebeu 12 milhões de votos no primeiro turno.

Ciro Gomes afirmou também que a partir de segunda-feira (29) o Brasil precisa de um grande movimento para proteger a democracia e a sociedade mais pobre. No final do vídeo, Ciro se coloca claramente como uma terceira via a Jair Bolsonaro (PSL) e ao PT.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br