in

Flamengo realiza coletiva para explicar saída de Paquetá: ‘Não somos donos de ninguém’

Gilvan Souza/ Flamengo
Publicidade

Os dirigente do Flamengo realizaram uma coletiva de imprensa para esclarecer alguns pontos em relação a venda do jogador Lucas Paquetá ao Milan.

Na manhã desta quarta-feira (17), o presidente Eduardo Bandeira de Mello, o vice de futebol, Ricardo Lomba, e o diretor-geral e CEO, Bruno Spindel, explicaram como foi a saída do jogador e o motivo de não terem conseguido uma renovação com o craque, mesmo oferecendo um salário em melhor condições. 

Lomba afirmou que não se pode pensar que p clube tinha interesse em perder um jogador que está na casa desde os onze anos de idade. Além disso, Paquetá tem uma enorme identificação com a torcida do clube. O vice ainda completou dizendo que ninguém está feliz por tê-lo perdido. 

Publicidade

O vice presidente do clube contou que o próprio jogador tinha maiores aspirações, pois Paquetá queria realizar o sonho de jogar fora, disputar uma Champions, com um futebol mais estruturado. Lomba afirmou que o time não é dono do jogador. 

Publicidade

Segundo a ‘Coluna do Flamengo’, o valor de 35 milhões de euros pela venda e os 10 milhões de bonificações serão pagos em quatro parcelas. Sendo que a primeira, de 5 milhões, será depositada até o dia 22 de outubro. Mais 15 milhões de euros serão pagos em janeiro de 2019. A terceira só virá em julho. A quarta demorará ainda mais ara chegar aos cofres do clube, pois só será quitada em 2020. 

Porém o clube não receberá o valor total da venda pelo jogador. Isso porque a casa só tem direito a 70% do contrato, ou seja, 24 milhões de euros. Spindel não quis revelar os outros times que se interessaram na contratação do jogador.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Rômulo NC

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.