in

19% dos eleitores de Ciro Gomes pretendem votar em Bolsonaro contra o PT

Montagem / Caldeirão Político
Publicidade

A esquerda brasileira se dividiu entre Ciro Gomes (PDT) e Fernando Haddad (PT) na disputa contra Jair Bolsonaro (PSL) no primeiro turno das eleições presidenciais. Haddad passou ao segundo turno contra Bolsonaro, mas o candidato do PSL também receberá votos de quem optou por Ciro Gomes na primeira parte da corrida presidencial.

De acordo com levantamento divulgado pelo Datafolha na quarta-feira (10), 19% dos eleitores de Ciro Gomes pretendem votar em Bolsonaro no segundo turno. O número surpreende, mas é menor do que os que pretendem votar em Haddad: 58%.

Ainda entre os eleitores de Ciro, 15% pretendem votar em branco ou anular os seus votos. Oito porcento não sabe em quem votar. Ciro Gomes foi o terceiro candidato mais votado, com 13,34 milhões de votos (12,47% do total de válidos).

Publicidade

Após a apuração, muitos petistas computavam os 13 milhões de votos como certos para Fernando Haddad, que recebeu 31,34 milhões e ficou atrás de Bolsonaro, que obteve 49,27 milhões.

Publicidade

Oficialmente, o PDT de Ciro Gomes anunciou ‘apoio crítico’ a Fernando Haddad, mas não participará da campanha. O candidato, inclusive, viajou para Roma, na Itália, ao lado da esposa.

O Datafolha ouviu 3.235 eleitores em 227 cidades das cinco regiões do Brasil. A pesquisa foi feita no dia 10 de outubro e tem margem de erro de dois pontos para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que a probabilidade de os resultados retratarem a realidade é de 95%, considerando a margem de erro descrita acima..

Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br