in

Padrasto agride criança de 4 anos com chute no peito; imagens revoltam internautas

G1

O caso do garoto que foi agredido com um chute no peito pelo padrasto ganhou repercussão na mídia e vem gerando revolta. A avó da criança afirmou que, antes de tudo vir à tona, já tinha suspeitado da maneira como o netinho estava sendo tratado pela mãe e o companheiro; porém não recorreu às autoridades.

Isabel Mendes, a avó do garoto, ainda contou que a criança não era mais levada para sua casa. A desculpa sempre era que o menino estava de castigo. A avó contou que sempre pedia para buscar o neto, mas a resposta era a mesma, que ele estava fazendo muita arte e como castigo não podia sair para lugar algum.

O padrasto do garoto se apresentou as autoridades na última sexta-feira (5), após prestar depoimento, foi liberado. A polícia instaurou inquérito para apurar os maus-tratos sofridos pela criança. De acordo com o delegado Ildon Pimenta, o padrasto contou que ficou descontrolado ao saber que o garoto tinha sido expulso da escola. No entanto, essa informação não foi confirmada pela Secretaria Municipal de Educação da cidade.

Visando proteger a integridade da criança, o Conselho Tutelar tomou a decisão de levar o menino aos cuidados do pai biológico. O bebê de seis meses, irmão da vítima, e filho do suspeito, também tiveram a guarda transferida, desta vez, para a avó materna.

As imagens da agressão foram registradas por câmeras de segurança de um imóvel. Um morador do local também testemunhou a cena e fez a denúncia ao Conselho Tutelar. O vídeo mostra o padrasto, Diego de Souza Valente, 22 anos, e o enteado em uma moto. Eles param, o garoto desce da garupa, aparentemente conversando com o homem, que em seguida o agride com um chute no peito.

Leia Também

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, mas principalmente sobre o tema maternidade. "Busco levar a vida seguindo o manual do criador, a Bíblia". Contato através do e-mail: shyrlenepsouza@yahoo.com.br

Geisy Arruda relata caso de pedofilia: ‘Eu tinha 13, e ele 31’

Adolescente coloca sua virgindade em leilão na internet e o motivo é surpreendente