Milagre: bebê sobrevive após passar mais de nove horas no alto de uma montanha gelada

A polícia conseguiu chegar ao local depois que recebeu uma chamada anônima.

Missoula County Sheriff's Office via AP

A polícia foi chamada ao condado de Missoula após receber uma chamada anônima dizendo que havia um homem agindo de forma agressiva e ameaçando as pessoas que estavam próximas dizendo que estava armado. O homem foi identificado como Francis Carlton Crowley e estaria cuidando do filho de sua namorada, um bebê de apenas cinco meses de vida.

Os policiais questionaram sobre o bebê e testemunhas disseram que não sabiam o que tinha acontecido com ele, pois eles não o viam por várias horas e ninguém sabia se o homem havia feito alguma coisa com a criança e nem porque o homem estava agindo daquela forma.

A polícia então iniciou uma intensa busca pela criança e por mais de seis horas eles vasculharam toda a área sem, contudo obter sucesso, quando interrogado o homem apenas dizia que o bebê estava em algum lugar nas montanhas.

Os policiais disseram que já estavam perdendo a esperança de encontrar o bebê com vida por causa da baixa temperatura, a criança provavelmente não iria resistir por tanto tempo, mas por insistência o delegado e outro oficial resolveram subir a colina de onde haviam encontrado um assento vazio e outros itens de bebê. E foi exatamente nessa hora que eles ouviram um pequeno gemido de criança.

A criança estava escondida de bruços sob um monte de gravetos e escombros e usava apenas um macacão molhado em temperaturas de 7 graus célsius. Emocionado o policial envolveu a criança tentando aquecê-la em seus braços como um pai faria a seu filho, ele disse que se lembrou de seus três filhos e que foi um milagre de Deus a criança ter sobrevivido depois de passar tanto tempo no frio congelante das montanhas. O homem foi encaminhado para a delegacia.