in

Conheça a história de superação de Rosana, artilheira do Santos

Globo Esporte
Publicidade

A felicidade de Rosana pode ser expressada através de lágrimas, misturada é claro com o sentimento de preocupação. A artilheira do Santos sentiu essa sensação logo após dar um passo importante pelo seu clube nesta última terça-feira (3). Com a vitória sobre o Corinthians por 1 a 0 no primeiro jogo da final do Campeonato Paulista, o Santos está mais próximo de conquistar o título no futebol feminino.

Foi nos vestiários que Rosana se deu conta de que está bem perto de levantar a taça do campeonato estadual, juntamente com sua equipe comandada pela treinadora Emily Lima; então ela não conteve as lágrimas e chorou. O segundo jogo da final acontece no próximo sábado, às 11h, e o time santista precisa de apenas um empate para ser campeão.

Na primeira partida da final, logo no começo do primeiro tempo, surgiu uma preocupação: Rosana começou a sentir dores na coxa esquerda e teve que ir para o banco de reservas. No sábado será definido se as Sereias levantam ou não a taça e a dúvida se a artilheira poderá jogar ainda é uma preocupação.

Publicidade

Em entrevista para o site Globo Esporte, Rosana comentou que o choro no vestiário não foi pela vitória, mas um conjunto de sentimentos envolvendo a entrega do resultado, a superação e satisfação de ver suas colegas animadas com o possível título. Com 36 anos de idade, a atacante é a jogadora mais experiente da equipe, e até o momento vem atingido a expectativa que a técnica esperava dela no clube. Com 19 gols marcados em toda a temporada, ela se tornou a artilheira do time da Vila. Antes de ser atacante no time santista, a jogadora já havia atuado como lateral e meio-campista. Mesmo assumindo a posição de um camisa “9” ela ainda vesta a 6. 

Publicidade

Mas não é apenas dentro de campo que a atleta é vitoriosa, em sua vida pessoal, Rosana tem histórias que tornaram sua trajetória no mundo do futebol mais difícil. Em 2016 ocorreu a mais importante delas, na época com 32 anos de idade, Rosana percebeu que era hora de parar de jogar. Então, depois de atuar em diversos times e conquistar troféus, ela resolveu retornar ao São José para encerrar sua carreira.

Rosana tinha outros planos em mente em sua vida pessoal e seu casamento estava programado para dezembro do mesmo ano. No entanto, com apenas dois meses para a tão esperada cerimônia, um desastre aconteceu: enquanto dormia seu noivo morreu ao seu lado. A história foi contada pelo site “Diário do Peixe”, onde inicialmente a jogadora revelou a fatalidade que a fez pensar de vez na desistência do futebol. Ela contou que o que a ajudou foi as mensagens de pessoas próximas, como amigos e familiares, além do futebol foi o que a fez superar todas as barreiras.

Publicidade