in

É possível tirar os pedaços mofados dos alimentos e comer o resto?

Publicidade

Atualmente, existe uma grande preocupação com a alimentação. A maioria das pessoas prefere ingerir alimentos mais saudáveis. Inclusive, muitos procuram aderir um estilo de vida no qual a comida é considerada uma aliada para o equilíbrio entre o homem e a natureza.

Alimentos orgânicos também estão na moda hoje em dia. Esse tipo de produto é mais caro, porém são totalmente livres de agrotóxicos. Por esse motivo são considerados melhores para a saúde. Afinal, existem alguns estudos que afirmam que esses produtos químicos podem acabar provocando danos irreparáveis ao organismo.

Existem aqueles que não se importam muito com isso e comem qualquer coisa. Já outras gostam mesmo de comer apenas as chamadas besteiras. E também tem aqueles que não estão nem aí para nada e comem o que tiver na frente sem a menor preocupação.

Publicidade

Mas, a verdade é necessário ter cuidado com aquilo que ingerimos diariamente. Por exemplo, tem pessoas que não se importam de comer alimentos mofados. Apenas cortam o pedaço que não está bom e comem o resto. O que muita gente não sabe é que por dentro ainda existe bolor no alimento.

Ao ser retirada a parte mofada, as raízes dos fungos ainda continuam dentro do alimento. Essas raízes são chamadas de hifas. Elas se enterram de maneira profunda e lá produzem as toxinas, algo que certamente ninguém quer ingerir.

Quando se pode ver o bolor, significa que ele já está enraizado. “Quando conseguimos ver estes microrganismos a olho nu, isto significa que há uma imensa quantidade deles nos alimentos”, disse o biólogo Marco Antônio Marques, em um informativo da Fiocruz.

Nem todos os fungos são prejudiciais a saúde. Muitos são utilizados na indústria alimentícia na produção de cervejas, queijos e pães de fermentação natural. A questão é que não tem como saber se o fungo que aparece em um pedaço de pão pode fazer mal. Na dúvida, o melhor mesmo é jogar fora.