in

Estudante de medicina diz que foi agredida em faculdade por apoiar Bolsonaro no WhatsApp

Publicidade

O site Ideal Notícia compartilhou uma bomba envolvendo a política brasileira. Uma estudante de medicina surpreendeu sua rede social nesta terça-feira, 11 de setembro. A jovem, que usa até no nome de perfil ‘Jair Bolsonaro’, candidato que defende, revela que foi agredida dentro de uma universidade, após uma discussão sobre o candidato Jair Bolsonaro, que lidera as pesquisas de intenção de votos à presidência da república.

Jovem revela que apanhou por discussão sobre Bolsonaro no WhatsApp

A jovem publicou cinco fotos que mostram o seu rosto ensanguentado. Ela revela ainda que o episódio ocorreu no Centro Universitário Una, localizado em Minas Gerais. A discussão e agressão, segundo a estudante de medicina, teria iniciado graças à uma confusão iniciada ainda no aplicativo WhatsApp.

“Ontem fui agredida dentro da Faculdade Una devido a desentendimento em grupo de WhatsApp por expressar minha opinião política pelo candidato Bolsonaro’, escreveu ela em sua rede social.

Publicidade

Após a publicação, a jovem dividiu opiniões, recebendo mensagens de apoio, mas também ofensas. Algumas das mensagens recebidas eram extremamente violentas:”Tem que bater mais”, disse um. “Depois nós que somos os intolerantes, tem que matar essa petralhada”, escreveu outro.

Já os seguidores da jovem foram mais afetivos. ‘Força guerreira! Faça como o nosso Presidente, mostre a eles que vc está de pé! E que não lutamos com brigas e sim com justiça!’, escreveu mais um.