in

Bebês são trocados na maternidade e após 11 meses foram destrocados; ‘Difícil e dolorido’, dizem os pais

Publicidade

As gestantes aguardam com ansiedade a chegada do filho. São muitas as preocupações que regem esse momento tão especial na vida da nova família. Mas, as vezes, o que deveria ser a realização de um sonho pode acabar se tornando um grande pesadelo.

Um casal de Cuiabá viu seu mundo desmoronar quando descobriu que o filho, de 11 meses, o qual haviam dedicado todo amor e carinho, tinha sido trocado na maternidade. Afonso Souza Vieira, de 30 anos, e sua esposa Erivânia da Silva Santos, de 24 anos, são moradores de Alta Floresta, região localizada a 800 km de Cuiabá.

Os bebês já foram destrocados, porém os familiares disseram que foi algo muito difícil. O erro, que acabou ocasionando o drama das famílias, aconteceu em maio de 2017 no Hospital Regional de Alta Floresta.

Publicidade

Após ter sido realizado o exame de DNA, a troca dos bebês ficou comprovada. Uma audiência de conciliação foi feita para que as famílias dos garotos concordassem em desfazer a troca.

Publicidade

Uma das mães desconfiou da situação e decidiu fazer um teste de DNA dela e da criança que pensava ser mãe biológica. Quando o resultado do exame saiu ficou comprovado que a mulher não era a mãe ‘verdadeira’ do bebê. As duas famílias moravam em bairros diferentes, mas no mesmo município.

Ao se deparar com o resultado negativo do DNA, a mulher foi para as redes sociais com uma mensagem e procurou o auxílio da justiça. “Não está sendo fácil. Achei que ia superar a ausência dele. Já chorei muito e está me machucando”, contou Afonso.

As famílias entraram em acordo e decidiram não manter uma convivência para que pudessem se adaptar melhor à nova realidade. Erivânia revelou o sofrimento que tem sentido pela ausência do outro bebê, principalmente pelo fato que ela ainda o amamentava.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade