in

Lojas Americanas retira camisetas de apoio a Bolsonaro e anti-Lula

A rede Lojas Americanas, de Jorge Paulo Lemann – homem mais rico do Brasil – retirou de seu site online a venda de camisetas em manifestação de apoio ao candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) e também blusas com desenhos atacando o candidato Lula (PT).

Internautas reagiram de forma negativa a comercialização das camisas e já estavam promovendo um possível boicote a rede varejista. As Americanas informou que a produção das blusas não foi promovida pela empresa e salientou que estas foram produzidas por uma fábrica de confecção de camisetas familiar, onde a Lojas Americanas faz apenas a revenda pelo site.

“A companhia desautoriza a venda de qualquer material de campanha política. Os produtos foram retirados dos sites e os sellers suspensos”, explicou a empresa após receber críticas, concluindo também que o anunciante quebrou as políticas de marketplace.

“A gente faz de acordo com o que os clientes pedem. É uma empresa de pedidos personalizados. A gente tem camisetas do Lula também”, contou o dono da Di Nuevo – loja responsável pelo fornecimento das peças.

Com 37 modelos, as camisetas mostravam a figura de Jair Bolsonaro portando rifles, fuzis e óculos escuros, e logo ao fundo uma imagem com as principais cores do país. Também havia frases fazendo denominações, como por exemplo: “Capitão do Brasil”.

Camisetas de Lula poderiam sem encontradas em 26 modelos, dando posições negativas ao candidato do PT. Em uma delas a frase “Xô, Lula!” acompanhado de um desenho de uma placa de sinalização e a mão do ex-presidente.

Leia Também

Next post

Internet vai à loucura com ‘retorno’ de Sandy e Júnior aos palcos; assista

Aprenda a fazer um delicioso brigadeiro de micro-ondas