in

Big Brother acusado de racismo dispara: ‘gosto de negão’

Publicidade

Infelizmente o racismo está incrustado na sociedade, diariamente milhares de pessoas em todo o mundo são menosprezadas e humilhadas por causa da cor de sua pele. Mais um caso de cunho racista, ganhou notoriedade, no Brasil e em outros países mundo afora; saiba mais.

O big brother é um programa de entretenimento exibido em vários países, o formato do reality show chama bastante atenção do público. Como no Brasil, os espectadores elegem seus preferidos e fazem o que possível para que eles se tornem vencedores. Aqui em terras tupiniquins, a TV Globo vai levar ao ar em 2019, o Big Brother Brasil19, e ao que tudo indica o reality ainda tem fôlego para mais algumas edições.

Big Brother acusado de racismo dispara: 'Gosto de negão'

Na semana passada um big brother se viu envolvido em uma grande polêmica e foi acusado de racismo. Trata-se de Rodrigo Alves, mais conhecido como Ken Humano, o brasileiro estava no elenco do Celebrity Big Brother, na Inglaterra e se tornou um dos participantes mais problemáticos da edição, tanto que acabou expulso do programa.

Publicidade

De acordo com o portal de informações online, Notícias da TV, Rodrigo chegou causando no programa, antes de ser convidado a deixar o reality show, ele já havia sido repreendido em outras ocasiões, mas sem papas na língua e sempre acompanhado de uma taça de champanhe, ele acabou infringindo mais uma vez as regras do atrativo.

Publicidade

Alves que até então viveu em função de se tornar o mais parecido possível com o boneco Ken, parceiro da boneca Barbie, disse que se arrependeu das loucuras que fez para transformar seu corpo. Rodrigo já gastou cerca de 3 milhões de reais, para a realização de várias cirurgias plásticas, no total foram 62 intervenções, incluindo a realizada para a retirada de 4 costelas.

Durante o CBB realizado na terra da realeza britânica, ele confessou que não sentia atração física por um dos participantes porque o jovem era "muito branquinho" e revelou que na verdade sua preferência sexual é por "negões". Contudo ele usou o termo "nigger", uma palavra extremamente pejorativa em inglês. Esta foi a gota d'água para que ele fosse expulso do programa taxado como racista.

Ken afirma que pediu para deixar o programa

Em uma conversa com a produção do Notícias da TV, Ken, disse que não foi expulso e sim que pediu para sair do CBB, já que haviam dois ex-presidiários no confinamento e que ele temia por sua segurança. Rodrigo Alves, afirmou que não é racista e que foi mal interpretado, "eu disse que gosto de homem de cor escura, porém usei a palavra negro ("nigger") e, então, fui acusado de racismo".

 

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade