Mãe sentia um cheiro podre em sua bebê e ao descobrir o verdadeiro motivo, caiu no choro; veja

Uma mãe passou por uma situação bastante complicada com sua filha de apenas 18 meses.

Os pais devem sempre estar atentos com os filhos em qualquer etapa da vida. No entanto, quem tem criança pequena em casa deve ter o sinal de alerta ligado constantemente. O motivo de tanto cuidado com os pequenos é para evitar que acidentes aconteçam, pois os pequenos são uma caixinha de surpresa e qualquer distração pode ser fatal”.

O caso de uma mãe britânica serve de alerta para todos os pais. Katerina Getsevich, de 30 anos, passou por momentos de sufoco com a sua filha de 18 meses. Ela fez uma descoberta um tanto inesperada ao sentir um odor ruim que vinha da pequena. A menina, Accurisa Getsevich exalava um cheiro desagradável mesmo depois que tomava banho.

Depois de algumas semanas, a mãe decidiu levar a garotinha ao médico. Assim que o profissional começou a examinar a bebê, percebeu que havia algo errado em seu rosto. Ele viu que tinha um pedaço apodrecido de esponja preso dentro do nariz da menina. A mãe relatou alguns sintomas apresentados pela criança.

A menina tinha espirros constantes e a sensação de nariz congestionamento nasal, sintomas muito semelhantes a um resfriado comum. No entanto, o que mais preocupou a mãe foi quando a filha começou a produzir secreções esverdeadas e avermelhadas.

O primeiro diagnóstico de um profissional foi que seria um vírus misterioso e foram prescritos tratamentos à base de antibióticos. Porém, apesar do tratamento a menina não apresentava melhoras e duas semanas depois a mãe resolveu retornar ao pronto socorro. Dessa vez o profissional conseguiu identificar a verdadeira causa do problema da bebê.

A mãe disse que o odor era terrível. “Cheirava a pus podre”, disse a mulher em uma entrevista ao The Sun na ocasião. O médico conseguiu retirar a esponja usando uma pinça.