in

Pai faz desabafo: ‘Um menino não deveria ter que dizer adeus a sua melhor amiga, sua irmãzinha’

Publicidade

O câncer é uma doença que ainda não tem uma cura definitiva. Ainda não existe um medicamento que os os especialistas garantam, com certeza, que o paciente vai sobreviver. Muitos acreditam que essa doença esteja ligada à alimentação, outros ao fator hereditário ou ao dois. O fato é que enfrentar o câncer não é fácil, nem para o paciente e muito menos para os familiares que o acompanham.

Um pai, vendo o sofrimento do filho, acabou fazendo um relato emocionado da triste situação que viveram. O americano Matt Sooter fez um desabafo nas redes sociais ao presenciar o primogênito ter que se despedir da irmãzinha. A filha caçula do americano recebeu o diagnostico de câncer no cérebro. A doença evolui rapidamente.

O pai registrou a imagem do triste momento que o filho se despede de sua irmã. “Um menininho nunca deveria ter que dizer adeus a sua companheira de aventuras, sua melhor amiga, sua irmãzinha. Não deveria ser assim. Mas essa é a realidade que estamos vivendo”, lamentou o pai.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Os sintomas da pequena Addy, de apenas quatro anos, progrediram de maneira rápida. Os últimos momentos de vida, a garota passava dormindo, pois já não conseguia mais se alimentar. O americano ainda pediu que os amigos e familiares rezassem pelo filho, pois o menino não queria sair do lado da irmã.

A menina não resistiu à doença e morreu no dia 3 de junho. Matt fez questão de ressaltar que sua filha não sentiu dor e que partiu para os braços de Jesus em paz.

O pai resolveu tornar a história pública para chamar atenção para a doença que vitimou a filha, Glioma Pontino Intrínseco Difuso. O americano iniciou uma campanha com o intuito de arrecadar fundo para auxiliar pesquisas sobre tratamento desse problema que acomete crianças.

Publicidade
Publicidade