in

Caso de bebê que estava internado por ter sofrido asfixia em creche tem fim trágico

Publicidade

Quando se trata de criança, todo cuidado é pouco, em época de férias então nem se fala. Os pais tem que ficar bem mais atento a qualquer situação e muitos até procuram lugares especializados para deixarem seus filhos mais a vontade e com mais segurança.

Colonia de férias, acampamentos e outros lugares viram sensação das crianças e alegria dos pais por terem algumas opções de onde deixarem seus filhos com segurança. Lugares assim, servem tanto para as crianças se divertirem, como também gastar suas energias com brincadeiras.

No entanto, esses tipos de lugares onde os pequeninos podem passar as férias, não são apropriados para bebês. As crianças que ainda são de colo necessitam de atenção redobrada e devem ficar próxima aos pais.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Na última sexta-feira (27), por exemplo, o site R7 noticiou uma triste fatalidade que ocorreu em Poços de Caldas, no sul de Minas. Na ocasião, um bebê de apenas 6 meses faleceu após escorregar de um carrinho infantil na creche municipal da cidade e ficar com a cabeça presa à proteção. Infelizmente, apesar dos esforços dos profissionais da saúde, a criança não resistiu, e após 18 dias internada teve morte cerebral.
  
A criança deu entrada no dia (9) de julho, e foi imediatamente internada em estado grave no Centro de Terapia Intensiva (CTI). Alguns dias depois até chegou a ter uma melhora em seu quadro, que ficou estável, mas a suspeita de morte cerebral foi confirmada na última terça-feira (24).

O caso, que foi divulgado nas redes sociais, gerou repercussão e a prefeitura da cidade se manisfestou lamentando o falecimento do Bebê e dizendo que irá prestar toda assistência à família.

Publicidade
Publicidade