in

Bebê nasce após barriga da mãe romper em grave acidente de trânsito

Publicidade

Um grave acidente de trânsito aconteceu na Rodovia Régis Bittencourt, interior de São Paulo. O Brasil é um dos campeões mundiais de mortes violentas no trânsito, a mal conservação das rodovias aliada a imprudência dos motoristas promovem um verdadeiro massacre.

O país registra cerca de 47 mil mortes no trânsito por ano – 400 mil pessoas ficam com algum tipo de sequela. O custo dessa epidemia ao Brasil é de R$ 56 bilhões, segundo levantamento do Observatório Nacional de Segurança Viária. Com esse dinheiro, seria possível construir 28 mil escolas ou 1.800 hospitais.

Bebê nasce após barriga da mãe romper em grave acidente em SP

De acordo com o portal de notícias online, G1, o acidente aconteceu no início da tarde desta sexta-feira (27), por volta das 12h30, na altura do KM 517, na Serra do Azeite, em Cajati, interior de São Paulo. Segundo a concessionária responsável pela rodovia, um caminhão que estava carregado com madeira perdeu o controle e tombou, o condutor do mesmo ficou preso às ferragens e uma mulher grávida que seguia como passageira foi arremessada para fora do veículo de carga.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Quando os socorristas chegaram ao local e estavam retirando o motorista das ferragens ouviram um choro fraco de uma criança, ao removeram algumas peças de madeira encontraram a mulher já sem vida, a barriga dela rompeu e a criança estava viva ainda dentro da mãe que a salvou. Clique aqui para ver as imagens do bebê.

Segundo Fernando, um dos médicos que prestou o atendimento, quando a mulher foi arremessada com o impacto, o abdômen dela rompeu e a garotinha nasceu involuntariamente. “Quando eu cheguei, o bebê estava entrelaçado nos restos mortais. Eu retirei aquela criança, fiz os procedimentos cabíveis e levei para a ambulância”.

A mulher não foi identificada, a menina foi levada para a UTI Neonatal do Hospital Regional de Pariquera-Açu, cidade vizinha a Cajati, ela teve ferimentos leves e passa bem. O motorista foi socorrido o estado de saúde é estável, ele não conhecia a mulher e apenas deu uma carona a gestante.

Publicidade
Publicidade