in

Atacado pelos evangélicos por apoiar filho gay, Popó confessa que já ficou com outro homem

Publicidade

O lutador de box Acelino de Freitas, mais conhecido como Popó, que brilhou no universo do box internacional, concedeu uma entrevista ao programa Super Pop, exibido pela Rede TV e comandado por Luciana Gimenez, que foi ao ar nesta segunda-feira (16).

Na ocasião ele falou sobre como soube que seu filho de 18 anos é homossexual e dos ataques que vem recebendo dos evangélicos por aceitar seu filho como ele é. Mas o que realmente chamou a atenção foi a revelação do lutador que afirmou que já ficou com outro homem e relatou sua experiência gay.

Filho homossexual

Juan, de 18 anos, que é gay, disse como o pai ficou sabendo sobre sua orientação sexual. Ele revelou que confiou em algumas pessoas que acabaram contanto para Popó que o jovem era homossexual. Ainda de acordo com Juan, primeiro o pai absorveu a informação e logo em seguida ligou para ele, “e aí, você gosta do quê?” Em seguida pediu que eu confiasse nele e assim nós conversamos, "mas não tive coragem de falar de cara com ele".

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Depois de tudo esclarecido entre eles, Acelino deu alguns conselhos ao filho, principalmente em relação aos possíveis ataques homofóbicos, já que é filho de uma pessoa pública. Falei: ‘respeita teu sobrenome, as redes sociais, pois vão te atacar por lá’. O Brasil inteiro sabe que ele anda de ré. A gente tem afinidade, respeito um com o outro”, afirmou o boxeador.

Religião

Popó revelou que é evangélico e que infelizmente os membros da igreja acreditam que ele está pecando ao apoiar a opção sexual do filho. Ele vem sendo atacado, chamado de pecador e julgado pelos irmãos de fé. “Sou evangélico, e as pessoas acham que meu ‘pecado’ de aceitar meu filho é maior que o pecado deles". Acelino disse que as pessoas vão para cima dele e o atacam por não abrir mão de amar e respeitar seu filho, ele ainda disse que cada um tem seu livre arbítrio para fazer o que bem entender da vida.

Experiência homossexual

Mas a grande surpresa da noite foi quando Popó disse que já teve uma experiência com outro homem. “Uma vez eu dei um beijo em um homem tipo o do Nego do Borel (no clipe “Me Solta')." Em seguida ele contou os detalhes, segundo ele o beijo aconteceu por causa de uma aposta que valia três iPhones. O lutador disse que foi uma das piores coisas que ele fez na vida, que até o cheiro da boca do outro homem lhe incomodou. "Sou hétero, acostumado a beijar boca mole, não boca dura", afirmou Popó.

Publicidade
Publicidade