in

Grêmio depende de chineses para colocar Marinho em campo

Publicidade

Marinho, novo reforço do Grêmio, já está com tudo armado para ser oficialmente contratado pelo clube; isso por que a janela de transferência está aberta e ele pode finalmente assinar o contrato com o time. Mas existe ainda uma pendência que pode ser um empecilho para que a contratação não se oficialize.

A liberação do meia-atacante também está dependendo dos chineses, pois toda a documentação do craque precisa deles para ser liberada. No entanto, para que o jogador possa entrar em campo, o Grêmio precisa fazer o registro de toda a tramitação do passe do jogador no Transfer Match System, o TMS, que é o dispositivo da Fifa responsável por validar as negociações que são feitas internacionalmente pelos jogadores.

Além do Grêmio e da CBF, o clube chinês em que o jogador atuava anteriormente também precisa concretizar a liberação dele no sistema, que precisa estar registrado de forma oficial para entrar em campo através do time tricolor.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Outro que também vive a mesma situação é Lincoln, que voltou ao clube depois de ser emprestado ao Rizespor da Turquia. Mas, para ser utilizado por Renato, precisa primeiro passar pelo mesmo registro pelo qual foi submetido quando entrou no clube.

Mas, para o time, a prioridade no momento é Marinho – a julgar pela situação de Everton que não entrou em campo nos últimos dias por conta de uma dor musculares ainda não está pronto para entrar em campo contra os mineiros, mas caso venha a se recuperar entrará em campo.

O Grêmio retorna ao brasileirão na quinta colocação, mas pretende mudar esse número para conseguir alcançar a liderança do campeonato.

Publicidade
Publicidade