in

Conheça as celebridades que bateram em mulheres e destruíram suas carreiras para sempre

Publicidade

A violência doméstica é um problema sério e cada dia mais mulheres são agredidas, abusadas e até assassinadas em todo o mundo. No mundo das celebridades também há agressores e vítimas. Listamos abaixo alguns casos de famosos que estavam no auge de suas carreiras e estragaram tudo ao cometerem violência contra uma mulher.

Netinho de Paula

O pagodeiro vivia o auge de sua carreira. Com músicas tocando nas rádios, participação em programas de TV e um bem-sucedido passado com uma série e programa dominical na Record TV, Netinho perdeu todo o seu glamour ao  ser acusado de espancar a ex-mulher Sandra, em 2005.

Na época, o cantor admitiu em entrevista para Sônia Abrão que deu uns tapas em Sandra, assim como ela também o agrediu, mas negou que os hematomas roxos em seu rosto fossem provenientes de uma agressão. Segundo ele, a ex bateu o olho na porta.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Desde então a carreira de Netinho afundou. Ele deixou de receber convites para programas de TV e raramente sua música tocava nas principais rádios do Brasil. Ele então decidiu investir na política. Foi eleito vereador em 2008 e quase foi candidato a prefeito de São Paulo em 2012, mas desistiu de última hora, passando a apoiar Fernando Haddad, que o recompensou lhe dando um cargo em seu governo.

Netinho teve seu mandato cassado por infidelidade partidária e chegou a ser investigado por supostas notas fiscais falsas provenientes de empresas fantasmas para obter reembolso na Câmara Legislativa de São Paulo, como benefício da cota parlamentar. O cantor tentou retornar para a TV nas últimas semanas, ao estrear o Brasil da Gente na Band, mas o programa teve menos de um ponto de audiência, perdendo para a TV Aparecida e a emissora decidiu cancelar a atração na primeira semana.

Mel Gibson

Oksana Grigorieva, ex-namorada de Gibson e mãe da filha do ator, Lucia, o denunciou por agressão em 2010. Gibson admitiu publicamente que agrediu sua ex ao se sentir irritado pelas roupas provocantes que a moça estava usando. A filha dos dois tinha apenas um ano na época das agressões e estava presente no dia da briga que resultou na denúncia. Desde então, Mel não é indicado para grandes papeis ou prêmios, saindo do auge e do topo da lista de celebridades respeitadas para ficar quase no anonimato.

Chris Brown

Chris é uma celebridade que atrai problemas por onde passa. Com diversos processos por agressão e um por estupro, após uma denúncia feita no primeiro semestre de 2018, o inferno astral do rapper começou após ele agredir a cantora Rihanna em 2009. Na época os dois namoravam e fotos da cantora com o rosto inchado e ferido ganharam repercussão mundial. Chris foi preso e condenado. O que deixou muita gente ainda mais indignada com o caso é que tempos depois, Chris tatuou o rosto de Rihanna todo ferido em seu pescoço. Nem precisa dizer que Chris só apareceu na mídia nos últimos anos por causa de suas polêmicas.

Eminem

O rapper já foi um dos mais prestigiados do mundo, apesar de suas composições sempre se referirem a dramas familiares e pessoais um tanto violentos. A carreira de Eminem começou a se tornar mais limitada, com menos shows, pouco prestigio e indiferença da mídia muito antes dele começar a falar mal de Mariah Carey.

Ele escreveu algumas músicas de teor bem violento falando sobre a ex-esposa. Em uma das canções, ele chegou a usar a voz da filha e dizia como mataria Kim, sua ex. Em um show, ele cantou uma música agressiva contra Kim, enquanto ela estava na plateia, e começou a espancar uma boneca inflável no palco. Kim tentou se suicidar log após o show.

Kim Mathers processou Eminem por difamação explicita na canção denominada Kim. Os dois viveram um relacionamento conturbado por anos que a deixou traumatizada até os dias atuais. Em 2016, meses após a irmã gêmea de Kim falecer, ela voltou a tentar o suicídio. Já Eminem, continua escrevendo músicas sombrias e escolhendo vítimas famosas aleatórias para tentar recuperar a fama destruída por ele mesmo no passado.

Johnny Deep

O ator tem muitos fãs e um currículo repleto de sucessos, mas desde 2016 sua vida não é mais a mesma. Sua ex-esposa o acusou de agressão e um vídeo em que ele é agressivo com ela repercutiu na imprensa, fazendo com que perdesse papeis e prestígio. Atualmente há rumores de que ele estaria se preparando para um novo filme, motivo pelo qual foi visto exageradamente magro, mas outros rumores também afirmam que ele poderia estar doente após a polêmica criada por ele mesmo.

Mané Garrincha

Embora os mais novos saibam apenas que Garrincha foi um jogador de destaque em sua época, a verdade é que seu histórico de craque foi manchado pela violência doméstica. O jogador foi casado com a cantora Elza Soares e a espancava com frequência. Em entrevistas a cantora chegou a declarar que ele quebrou seus dentes durante uma sessão de espancamento.

Goleiro Bruno

Bruno estava no auge de sua carreira. Com salário alto no Flamengo, fama de goleiro matador por conta de bloquear o gol nas partidas, o atleta acabou jogando tudo fora após se envolver com a modelo Eliza Samudio. A moça teve um filho do jogador, que era casado, e queria receber pensão, mas Bruno não queria assumir a criança, começando a ameaçá-la.

Em determinado dia acabou se juntando com alguns comparsas e de forma que jamais ficou completamente esclarecida, matou a ex e desapareceu com seu corpo, jamais encontrado pelas autoridades. Ele foi condenado a quase 23 anos de prisão por homicídio e ocultação de cadáver. Atualmente trabalha no presidio para conseguir diminuir sua pena.

Preso desde 2010, o Goleiro deve tentar ficar em regime semiaberto em 2019, quando terá cumprido uma parte da pena. Sua carreira, entretanto, nunca mais será a mesma. Perdeu contratos, não tem dinheiro e apenas um time da terceira divisão em Minas Gerais teve interesse em contratá-lo no ano passado.

José Mayer

O ator foi acusado de assediar uma figurinista da TV Globo em março de 2017. Ele admitiu que tocou na moça e falou algumas obscenidades, pedindo perdão publicamente. A TV Globo o vetou em uma novela que já tinha o escalado e impediu que Aguinaldo Silva o escalasse para O Sétimo Guardião, trama que estreia em setembro.

O ator tem contrato de exclusividade com a Globo, mas deve ser dispensado no começo de 2019, quando o referido contrato vencerá. Até lá ele deve permanecer na geladeira da emissora e longe da mídia.

Publicidade
Publicidade