in

Saiba porque os gatos ‘gritam’ durante o acasalamento; veja como é o órgão do felino

Para atrair os machos da espécie, a gata começa a emitir um miado característico para chamar atenção de potenciais parceiros.

Reprodução: Youtube
Publicidade

Muitas pessoas já foram acordadas de madrugada por miados e gritos de felinos que parecem levar a vida boêmia a sério. Nessas horas, o melhor a se fazer é levantar e esperar até que os gatos parem com toda a sua algazarra e deixem que os humanos possam dormir em paz. 

Essa barulheira toda faz parte de todo um ritual felino em sua cópula. Ou seja, para que nasçam novos gatinhos, essa festa fora de hora é realmente necessária. Esse ciclo se inicia no momento que a fêmea entra no cio. Para atrair os machos da espécie, a gata começa a emitir um miado característico para chamar atenção de potenciais parceiros.

A partir daí, o volume de barulho só aumenta, pois os machos que são atraídos miam em resposta e se concentram em torno da gata. Começa aí uma grande disputa pela fêmea, o que leva os machos a miarem cada vez mais alto.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

E o pior de tudo é que a sinfonia não está apenas no flerte, pois quando enfim chega a hora do acasalamento os gritos aumentam ainda mais. Isso se deve a dor que a fêmea sente na hora da cópula devido ao formato do órgão reprodutor do macho, que tem uma estrutura semelhante a espinhos. Esses espinhos têm a função de estimular a ovulação da gata no momento certo, aumentando as chances de fecundação.

A foto do órgão 

Os telhados viram um palco de um grande coral onde vários gatos passam a noite miando simultaneamente. Eles são naturalmente mais ativos durante a noite, e no momento em que todos estão dormindo é justamente a hora em que os felinos se dedicam às suas principais atividades sociais, como a defesa de território e o acasalamento.

Publicidade
Publicidade