in

General pró-intervenção militar toma decisão impressionante

Publicidade

Grande parte da população brasileira acabou se revoltando com a grande aparência das corrupções nos últimos anos, provando que o sistema estava completamente aparelhado por políticos que assumiram o comando e acabaram desviando muito dinheiro das estatais, como é o caso da Petrobrás, que está praticamente falida.

No entanto, alguns relembram do período militar como um bom momento vivido no Brasil, pois entendem que no momento a situação econômica do país era melhor. E o mais relembrado por todos é sobre a segurança, que hoje em dia, na visão dos intervencionistas, está muito mais perigoso de sair na rua.

Com isso, ainda existem muitos integrantes do Exército Brasileiros que apoiam a volta das Forças Armadas no poder, como diversos generais que viveram o período militar e entendem que foi o melhor tempo do Brasil.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Um dos maiores representantes das Forças Armadas a favor da intervenção militar é o general da reserva Antônio Hamilton Mourão, que, inclusive, tem muitos apoiadores, estes que apoiam um novo regime.

Entendendo que é praticamente impossível uma nova intervenção militar, o general resolveu tomar uma decisão super importante e usar os seus apoiadores para algo muito relevante, que é em uma candidatura à presidência da República.

Ainda não se sabe se o general será candidato à presidência da República ou fará parte da chapa presidencial como vice-presidente do Levi Fidelix, o que já é certo é que o general está filiado ao PRTB.

Contudo, os apoiadores de intervenção militar devem se dividir entre votar no general Mourão e no deputado federal Jair Messias Bolsonaro, que também já foi militar e entende o período militar como um momento crucial vivido no país. Com isso, a direita deve se dividir em dois candidatos, pois o general tem muitos apoiadores que votam em Bolsonaro.

Publicidade
Publicidade