Cruzeiro deve para Flamengo, mas tenta renegociar para ter ação retirada da CBF

Os times estão na expectativa para a realização de um novo acordo até o fim de semana.

Uma divída feita pelo Cruzeiro com o clube do Flamengo em janeiro está dando o que falar até agora, isso porque o clube mineiro não honrou as últimas três parcelas que faltam para concluir a compra do jogador Mancuello ao Flamengo.

O valor da divida já ultrapassa R$ 5 milhões de reais e as diretorias seguem costurando um acordo para que a divida seja parcelada novamente até o final do ano. O Flamengo até tentou evitar com um processo contra o time na Câmara Nacional de Resolução de Disputas, mas, como não estava obtendo respostas positivas do clube devedor, foi até a CNRD da CBF.

O Cruzeiro para tentar se defender das acusações, diz que não houve nenhuma notificação por parte do Flamengo, mas caso aceite fazer o acordo ele será homologado pela própria CNRD da CBF.

O rubro-negro não está muito confiante de que a questão da divida seja resolvida de maneira tão fácil, mas diz que o único modo de ter o dinheiro pela venda do jogador argentino é fazendo o acordo através da própria CNRD.

Caso o acordo não seja feito o clube devedor Cruzeiro deverá sofrer grandes sanções, pois corre o risco de ter que devolver o título conquistado até o cancelamento de certificado do clube formador e também irá perder o direito de realizar a inscrição de novos atletas.

A expectativa é de que o novo acordo seja selado até o fim de semana para evitar maiores conflitos, pois os times envolvidos sempre demonstraram ter uma boa relação, chegando até a fazer campanhas de marketing em conjunto para promover seus clubes.

Leia Também