Pais podem beijar filhos na boca? Especialistas explicam

Publicidade

Vários genitores não imaginam qualquer tipo de problema em dar beijos na boca dos filhos. Entretanto, quando questionam ‘até que idade é adequado fazer isso?’, muitas pessoas não conseguem saber como responder. De acordo com uma psicóloga infantil, os pais nunca devem beijar as crianças na região boca.

Dar carinho nos filhos é algo que muito pais veem de maneira positiva, levando em consideração que é uma forma de ter maior conexão com as crianças, todavia, especialistas na área infantil acreditam que existe limite com relação a beijar na boca de filhos. Por essa razão, eles optaram por fazer alertas que consideram relevantes para que os pais entendam a situação.

Lembrando que recentemente a famosa modelo Victoria Beckham publicou uma imagem no Instagram no qual ela dá um beijo na boca de sua filha pequena. Com isso, a rede social ficou dividida, enquanto um grupo foi favorável achando que era um gesto carinhoso, outras pessoas acharam algo inadequado e considerado repugnante.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Com relação ao assunto, observa-se que esse debate fez com que Charlotte Reznick, uma psicóloga  que tem especialização em trabalhar com crianças, realizasse uma avaliação profissional sobre o assunto. Segundo análises realizadas por ela, as pessoas nunca devem dar beijos na boca de crianças pequenas.

Consta que o tema abordado pela estudiosa apresenta grande tendência em gerar polêmica levando em conta que divide opinião de várias pessoas, desde de pesquisadores até genitores e professores. Existem posicionamentos diferentes com relação ao tema haja vista que nem todos compartilham a mesma visão.

A pesquisadora faz a conclusão de que: “Se você começar a beijá-la na boca, quando vai terminar? Isso se torna muito confuso”. As alegações que ela utiliza é de que o ato pode gerar confusão na mente de crianças, uma vez que os pequenos não possuem discernimento completo sobre a vida. Antes o exposto, ela apresenta um estudo alegando que o adequado é que crianças não sejam beijadas na boca.

Publicidade
Publicidade