in

Mãe faz um alerta após seu filho sofrer queimaduras de segundo grau usando tênis que acende

Publicidade

O tênis mais popular entre as crianças é sem dúvida aquele que tem uma luz que acende, bem possível que seu filho já pediu um de presente ou até mesmo já possui esse tênis. O calçado parece até muito divertido, porém o que todos não sabem é que ele pode oferecer um grande risco para as crianças.

Uma informação super importante e que normalmente não é passada para os consumidores é que esse tipo de tênis em sua maioria não podem ser molhados.

Após seu filho ter tido queimaduras de segundo grau nos pés e passar por uma experiência dolorosa, uma mãe resolveu alertar outras mães sobre o perigo desse tipo de calçado para que outras crianças não passem por isso. A publicação viralizou e obteve 40 mil reações e mais de 500 mil compartilhamentos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Recentemente, uma norte-americana chamada Sherry Foster postou uma imagem dos pés do seu filho, Peyton, de 9 anos, com a sola vermelha e inchada. Ao olhar para a imagem compartilhada pela mãe, parece que o garoto pisou em um chão extremamente quente. 

No entanto, a queimadura de segundo grau que o garoto sofreu foi justamente por está usando tênis, mas não um tênis comum e sim esse que acedem uma luzinha, os ferimentos foram causados pelas substâncias liberadas dentro do calçado.

Na postagem, Sherry explicou que seu seu filho ficou ferido depois de usar um desses tênis que acedem e piscam na parte debaixo. Quando ela tirou o tênis e viu a situação do pé de Peyton, imediatamente o levou ao médico para que pudessem cuidar dos ferimentos.

“Peyton ficou com queimadura química de segundo grau por causa do tênis Sketcher Lightable. Aparentemente, quando o tênis molha, a bateria libera uma substância química que causa queimaduras nos pés, escreveu a mãe, em seu perfil no Facebook. 

“Não tinha nenhum aviso como ‘não molhe’ ou ‘bateria dentro sapato’ ou qualquer coisa parecida. Como eu poderia saber? E se chover?”, disse a mãe em sua postagem

Tênis que explodiu

Outro caso que trouxe um grande alerta sobre esse tipo de calçado aconteceu em 2016 no Texas, nos Estados Unidos. Esse acidente poderia ter sido ainda mais grave se a crinças estivesse calçando o tênis no momento em que pegou fogo.

Os pais da criança de 2 anos se assustaram quando abriram a porta do veículo e viram que havia um pequeno incêndio lá dentro. O fogo estava localizado no banco de trás do carro e começou por meio de uma explosão do calçado do filho, que era um tipo de tênis pisca-pisca.

“Eu apenas agradeço que o meu filho não estava usando os tênis no momento. Eu não sei se ele seria capaz de me dizer que os pés estavam esquentando e não acho que ele conseguiria tirar o sapato sozinho”, disse a mãe da criança, Jovan Virag, em entrevista.

Para evitar esse tipo de acidentes é importante que não surperaqueça esses tipos de calçados. Especilistas recomendam nunca deixar dentro do carro, ou qualquer outro lugar abafado que esquente muito, e ressalta a importância dos pais verificarem com frequência a temperatura dos sapatos quando estiverem nos pés das crianças, esse tipo de cuidado poderia ter também evitado a queimadura de Peyton. 

“Às vezes, a criança pode não perceber o calor. Mas, se você tocar os calçados poderá senti-lo. Geralmente, o tênis vai aquecer durante algum tempo, antes de inflamar”, acrescentou.

Publicidade
Publicidade