in

Cueva retorna ao São Paulo, mas futuro no clube é incerto

Publicidade

Na segunda-feira, dia 9 de julho, está programada a reapresentação de Cueva ao São Paulo. O meia está longe do Tricolor desde 9 de maio, data da vitória por 1 a 0 sobre o Rosario Central, em jogo que marcou a classificação do time à segunda fase da Copa Sul-Americana.

Expulso naquela ocasião, Cueva foi liberado na sequência para acompanhar o nascimento do seu filho e depois se apresentar à seleção peruana, pela qual disputou a Copa do Mundo – eliminado na primeira fase. De volta, o camisa 10 não saberá ainda qual o seu futuro.

A expectativa da diretoria do São Paulo era negociar Cueva por conta da participação do meia na Copa do Mundo, mas o Peru foi mal e até agora não houve proposta oficial de nenhum clube.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

No sábado, ao site do jornal peruano "Líbero", o técnico do Independiente disse que Cueva é a prioridade da lista de contratações do clube argentino. Segundo Ariel Holan, as negociações já começaram, o que foi negado pelo coordenador tricolor Ricardo Rocha à publicação.

Cueva tem contrato com o São Paulo até 2021. Sem clima no elenco depois de alguns problemas de indisciplina, o meia também tem interesse em deixar o Tricolor. De titular absoluto no ano passado, ele passou a reserva nesta temporada.

No clube, caso ele não seja negociado, a expectativa passa a ser ele estar disposto a compor o elenco e ser uma opção a Nenê, destaque do time. Até porque, no segundo semestre, com muitos jogos do Brasileirão junto da Copa Sul-Americana, o São Paulo vai precisar de reposição.

Diego Aguirre, que utilizou Cueva em apenas sete partidas até aqui, abriu as portas para o meia, mas deixou claro recentemente que o São Paulo ainda tem a intenção de negociá-lo.

Fonte: Globo Esporte

Publicidade
Publicidade