in

Mano Brown ameaça youtuber Júlio Cocielo, após comentário racista

Publicidade

Uma postagem no Twitter transformou a vida do youtuber Júlio Cocielo. No sábado, enquanto jogavam França e Argentina pelas oitavas de final da Copa do Mundo, o youtuber se impressionou com a velocidade do francês Mbappé e postou um comentário considerado racista na rede social.

“Mbappé conseguiria fazer uns arrastão top na praia hein”, postou Cocielo. Rapidamente, algumas pessoas começaram a dizer que o comentário foi racista já que o jogador da França é negro.

Cocielo apagou a postagem, mas não foi perdoado. Internautas buscaram tuítes antigos do youtuber e a situação dele ficou muito ruim já que no passado, o youtuber postou mensagens verdadeiramente racistas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Uma delas foi repostada pelo rapper Dexter no Instagram. “O Brasil seria mais lindo se não houvesse frescura com piadas racistas, mas já que é proibido, a única solução é exterminar os negros”.

Dexter postou o print dessa mensagem de Cocielo e usou a tag “fogo nos racistas”. Mano Brown, o rapper mais famoso do Brasil, também apareceu na postagem. “Depois que inventaram desculpa nunca mais morreu ninguém”, comentou. “Pois é Mano Brown, tá uma uva”, respondeu Dexter. “Uma hora nós cruza ele”, disse Brown.

Na postagem de Dexter, muitos outros internautas se manifestaram contra Cocielo, mas também houve internautas que lembraram que as postagens racistas foram feitas há cerca de seis anos e que Dexter, no passado, ficou preso por ter cometido um crime.

Além das críticas, Júlio Cocielo também perdeu contratos com empresas que o patrocinavam. O youtuber pediu desculpas pelos comentários e agora terá que reconstruir sua carreira.

Publicidade
Publicidade