in

Polícia revela detalhes do crime do pai contra filho doente: ‘prendeu em uma jaula’

Publicidade

A polícia japonesa informou à imprensa que um pai foi preso, acusado de trancar seu filho doente mental em uma jaula por 20 anos. Yoshitane Yamasaki, de 73 anos, prendeu o filho quando ele tinha aproximadamente 22 anos de idade.

Hoje, com 42 anos, o rapaz doente foi encontrado em uma jaula de madeira de um metro de altura, por 1,8m de largura, dentro de uma cabana pré-fabricada ao lado de fora da casa do pai.

Yamasaki alegou dizendo que essa foi a única forma de manter o filho, pois ele tem problemas mentais. Ele também revelou que deixava o filho tomar banho todos os dias e também o alimentava.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

A vítima está internada em uma clínica psiquiátrica e se encontra em sérios problemas de coluna, com dores terríveis nas costas. Porém, seu estado de saúde é estável. Hoje em dia há muitos tratamentos para problemas mentais, por isso não justifica a atitude do pai.

O governo japonês é conhecido por cuidar bem da saúde da população, pois é um país desenvolvido, e com certeza teria dado apoio ao pai, caso ele precisasse de ajuda e tratamento para seu filho..

Segundo a polícia, em nenhum momento o pai afirmou que buscou ajuda, ele simplesmente tomou a atitude de prender o filho e resolveu por si mesmo o problema, mas da pior maneira possível.

A psiquiatria moderna, junto com a psicologia, tem atualmente, várias formas de tratamento humanizado, não justificando maus tratos a doentes mentais. Fazer isso é uma desculpa para a negligência e abandono para com os filhos, além de um ato desumano.

Publicidade
Publicidade